Botafogo goleia o Remo por 4 a 1

O Botafogo deu um passo importante à classificação para o quadrangular final da Série B do Campeonato Brasileiro, ao derrotar o Remo, por 4 a 1, neste sábado à tarde, no Caio Martins. Com o resultado, basta agora ao Alvinegro carioca empatar com o Marília, na terça-feira, para assegurar a vaga. O jogo deste sábado teve um início avassalador do Botafogo. Logo no primeiro ataque, Valdo tocou a bola para Márcio Gomes, que cruzou para cabeçada certeira de Leandrão: Botafogo 1 a 0, aos 26 segundos de partida. O gol assustou o time visitante. Nervoso, o Remo errava passes e dava espaços para novos ataques do Botafogo. Em dez minutos, os cariocas desperdiçaram duas oportunidades. Mas, aos 12, Valdo, em excelente cobrança de falta, ampliou o placar. Foi o primeiro gol do meia vestindo a camisa do Botafogo. O domínio do time dirigido pelo técnico Levir Culpi era total e a expectativa passava a ser com quantos minutos o Botafogo marcaria novamente. Mas a equipe esbarrava na boa atuação do goleiro Gilberto e em alguns erros de finalização. Para surpresa do bom público que lotou o estádio de Caio Martins, o Remo descontaria aos 44 minutos, num lance em que Valdomiro, de perna direita, chutou sem deixar a bola quicar no chão: bonito gol, o 17º do artilheiro da Série B. O susto foi desfeito, mais uma vez, no primeiro ataque do Botafogo, após o intervalo. Com 41 segundos de jogo, Almir, que entrara no lugar de Dill, aproveitou passe de Leandrão e completou, sem defesa: 3 a 1. O Remo se desestabilizou de vez no jogo. Tentou, totalmente descoordenado, diminuir a vantagem. Não obteve sucesso. E graças a Gilberto não levou uma goleada mais elástica. Ele evitou pelo menos dois gols no segundo tempo com ótimas defesas. Mas o goleiro não pôde fazer nada, quando Almir, aos 38, deu um drible por entre as pernas de Sérgio e chutou forte para definir o placar: Botafogo 4 a 1. O jogo com o Marília, cujo empate classificará os dois times, será disputado no interior paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.