Botafogo insiste em jogar no Morumbi

Os dirigentes do Botafogo ainda tentam transferir da Vila Belmiro para o Morumbi a segunda partida pela semifinal do Torneio Rio-São Paulo, prevista para quarta-feira. Segundo o vice-presidente do Conselho Deliberativo do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro, o time paulista não apresentou um laudo comprovando que a capacidade de seu campo é de, no mínimo, 25 mil pessoas.Montenegro destacou que o regulamento da competição proíbe o uso de estádios com capacidade inferior a 25 mil pessoas. Pelo regulamento, a Vila Belmiro pode ser utilizada em partidas da semifinal. Mas o dirigente do Botafogo alega que o estádio não está de acordo com a regulamentação Federal. "Existe uma portaria ministerial exigindo o documento. Eles não apresentaram."O botafoguense se refere à decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Ministério da Justiça de exigir o laudo dos estádios. Em uma primeira fase, os clubes tiveram apenas de informar a capacidade dos seus campos, o que foi feito pelo Santos. Montenegro, porém, ameaça recorrer à CBF para impedir a realização do jogo na Vila. "Ainda vou decidir sobre isso."A empresa responsável pela organização da competição, a Sportpromotion, informou que não existe motivo para que o local da partida seja alterado. O item D do regulamento, explicou, permite que jogos da semifinal sejam realizados na Vila Belmiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.