Botafogo já se preocupa com saída de atletas em julho

O Botafogo encara neste domingo, no Engenhão, o Macaé, em jogo que precisa da vitória para garantir a primeira posição do Grupo B da Taça Guanabara - o primeiro turno do Campeonato Carioca. Mas a diretoria começa a trabalhar com visão mais longa e se preocupa com a possível saída de jogadores ao fim do primeiro semestre, durante a disputa do Campeonato Brasileiro.

AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2011 | 19h14

Uma das razões dos poucos reforços trazidos para o início da temporada foi justamente guardar uma quantia para buscar novos nomes na janela de agosto e evitar a saída de jogadores importantes do atual elenco. Três deles têm contrato de empréstimo a se encerrar nos próximos meses: Marcelo Mattos, Márcio Rosário e Fábio Ferreira.

Para Mattos, que está emprestado pelo Panathinaikos até 30 de junho, o clube já tem uma proposta e a apresentará ao empresário do volante, de 27 anos. A intenção da diretoria alvinegra é amarrar um acordo de longa duração, possivelmente de quatro anos.

Fábio Ferreira, de 26 anos, se recupera de uma cirurgia no joelho esquerdo e deve retornar aos campos próximo do término de seu vínculo, em 10 de maio, mas o Botafogo quer mantê-lo. O contrato de Márcio Rosário, de 27 anos, termina em 30 de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogojogadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.