Botafogo joga últimas chances de vaga na Libertadores

Em um dos poucos jogos da 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro que prometem alguma emoção, Sport e Botafogo entram em campo neste domingo, às 19h30 (de Brasília), no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, com objetivos claros e opostos. O clube pernambucano precisa vencer para continuar na luta contra o rebaixamento. Já ao carioca também não interessa outro resultado que não a vitória. O time alvinegro ainda sonha com uma vaga na Copa Libertadores.

SÍLVIO BARSETTI, Agência Estado

18 de novembro de 2012 | 10h05

Para isso, tem de vencer suas três partidas restantes do Brasileirão e torcer por tropeços do São Paulo na competição e na atual edição da Copa Sul-Americana. As chances são remotas, mas serviram para pautar o discurso do técnico Oswaldo de Oliveira durante a semana. Ciente da dificuldade de enfrentar uma equipe "desesperada", mas que vai atuar com o apoio de sua torcida, ele avaliou que o jogo será mais complicado ainda para o Botafogo. "Se ainda há como alcançar um objetivo, vamos em busca dele, sabendo evidentemente dos obstáculos", declarou.

Oswaldo de Oliveira espera que Seedorf possa fazer a diferença. O atleta tem convivido com problemas musculares, mas deve atuar. Em algumas partidas, o holandês foi decisivo e deu mais qualidade ao time.

Até a última sexta-feira, o técnico ainda não havia se decidido sobre a escalação de Fellype Gabriel, que pode ser reserva do uruguaio Lodeiro em Pernambuco. Fellype Gabriel foi convocado na última segunda para a seleção brasileira. Vai fazer parte do grupo do Brasil que enfrentará a Argentina, nesta quarta, pelo Superclássico das Américas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.