Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Botafogo lucra mais com final do que Flamengo e Fluminense

Clube alvinegro embolsa quantia maior por ser arrendatário do Engenhão

O Estado de S.Paulo

06 de março de 2017 | 16h58

Arrendatário do Engenhão, o Botafogo foi quem mais lucrou com a final da Taça Guanabara, disputada entre Flamengo e Fluminense, no domingo. O clube alvinegro, que insistiu que o jogo fosse realizado no Maracanã, ficou com uma renda maior que os dois times que disputaram a decisão.

O borderô do clássico mostra que 27.549 pessoas assistiram à partida, com 25.451 pagantes, que geraram uma renda bruta de R$ 1,258 milhão. Só com despesas porém, foram gastos quase R$ 900 mil.

Neste valor está incluído o aluguel de R$ 200 mil pago ao Botafogo e também o custo operacional do estádio (R$ 124 mil), a taxa de iluminação (R$ 20 mil) e a segurança privada (R$ 51 mil).

Fluminense e Flamengo ficaram com apenas R$ 183 mil cada um. Menos, portanto, do que o Botafogo recebeu. O clube rubro-negro ainda teve uma penhora de R$ 27 mil e gastou R$ 6,8 mil com antidoping. No fim do jogo, levou embora apenas R$ 149 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.