Botafogo luta para sanar as dívidas

Depois de o técnico Carlos Alberto Parreira recusar o convite para ser o novo treinador do Botafogo, o presidente do clube, Mauro Ney Palmeiro, resolveu mudar sua prioridade: vai cuidar do saneamento financeiro. Nesta terça-feira, ele se reuniu com os patrocinadores do Campeonato Brasileiro para antecipar a liberação de verbas. As negociações para a contratação de um novo treinador só devem ser retomadas após a solução parcial das dívidas do Botafogo. O nome de Paulo Autuori continua sendo o preferido para ocupar o cargo. Por enquanto, Dé ainda permanece na função.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.