Divulgação
Divulgação

Botafogo marca aos 52 do 2º tempo e vence a primeira no Carioca

Alvinegro faz 2 a 1 contra o Macaé, com gol polêmico no último lance

Itamar Cardin, especial para a AE, Estadão Conteúdo

04 Fevereiro 2017 | 21h54

Após três partidas, o Botafogo venceu a primeira no Campeonato Carioca. Neste sábado, em jogo disputado no Engenhão, a equipe atuou com os reservas e teve um desempenho pouco inspirado, mas ganhou do Macaé por 2 a 1 e se manteve com chances de classificação às semifinais da Taça Guanabara. O gol do triunfo foi anotado aos 52 minutos do segundo tempo.

O resultado deixou o Botafogo em terceiro lugar no Grupo A, com quatro pontos, cinco atrás de Flamengo e Madureira. Assim, precisa vencer suas duas partidas restantes e torcer contra os líderes. Já o Macaé segue na lanterna, sem ter somado nenhum ponto.

No próximo domingo, novamente no Engenhão, o Botafogo recebe o Flamengo. Toda a atenção da equipe, contudo, está voltada para o duelo de quarta-feira contra o Colo Colo, no Chile, pela segunda fase preliminar da Copa Libertadores - venceu o jogo de ida por 2 a 1. Já o Macaé enfrenta o Boavista no sábado.

Com chances remotas de classificação às semifinais e preocupado com o jogo contra o Colo Colo, o técnico Jair Ventura poupou praticamente todos os titulares. Apenas Gatito Fernández foi escalado e reforçou a equipe que tinha, entre outros, Renan Fonseca, Rodrigo Lindoso, Dudu Cearense, Leandrinho e Joel.

E o jogo, como era de se esperar, dada a remota chance de classificação das duas equipes, começou em ritmo lento. O Botafogo controlava a posse de bola, mas pouco ameaçava. Comandado pelo técnico René Simões e contando no ataque com Romarinho, filho de Romário, que estava presente no Engenhão, o Macaé também não arriscava. As duas equipes, assim, concentravam-se no meio campo e quase não atacavam.

O ritmo lento parecia que prevaleceria quando, aos dez minutos, na primeira finalização da partida, o Botafogo abriu o placar. Após cruzamento de Guilherme, o volante Rodrigo Lindoso matou a bola no peito, deixou quicá-la uma vez e acertou um chute firme, cruzado, no ângulo, anotando um belo gol.

Quatro minutos depois o volante Gustavo Bochecha sofreu uma torção no joelho, deixou o campo aos prantos e foi substituído por Matheus Fernandes. A partida, por sua vez, voltou ao ritmo inicial. O Macaé só chegou pela primeira vez aos 30, quando Zotti cobrou escanteio e Dudu Cearense desviou contra o próprio gol - a bola acertou a trave. Já o Botafogo seguia pouco inspirado.

Pouco depois, em um lance curioso, o time de Jair Ventura criou sua segunda oportunidade: o goleiro Milton Raphael saiu da área para escutar orientações de René Simões, com a bola rolando, Rodrigo Lindoso percebeu e arriscou do meio-campo. A bola saiu por pouco. Milton Raphael, porém, redimiu-se já no minuto seguinte, após Dudu Cearense aproveitar cobrança de escanteio, cabecear para o chão e exigir boa defesa.

Um pouco mais disposto no segundo tempo, o Botafogo quase ampliou ainda no primeiro minuto, quando Marcinho roubou a bola e finalizou de fora da área. Milton Raphael espalmou para escanteio e salvou o Macaé.

Mas, aos poucos, o duelo voltou ao ritmo da etapa inicial. O Botafogo, satisfeito com o resultado, apenas controlava o jogo, enquanto o pouco inspirado Macaé não tinha força - e nem organização - para atacar. Guilherme, aos 22, teve boa chance de ampliar, mas Milton Raphael novamente fez boa defesa.

E, quando o jogo parecia controlado, o inesperado aconteceu. Depois de um chute fraco, já aos 33, Gatito Fernández vacilou, não conseguiu segurar e soltou a bola para o meio da área. Mais rápido do que os zagueiros, Xavier se antecipou e empatou o duelo.

O Botafogo se lançou ao ataque nos minutos finais e, já aos 52, Guilherme cruzou da linha de fundo - a bola chegou a sair, mas a arbitragem não marcou - e Vinicius Tanque marcou o gol do primeiro triunfo do time na competição.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 x 1 MACAÉ

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Marcinho (Fernandes), Renan Fonseca, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Gustavo Bochecha (Matheus Fernandes), Dudu Cearense e Leandrinho; Guilherme e Joel (Vinicius Tanque). Técnico: Jair Ventura.

MACAÉ - Milton Raphael; Léo Rodrigues, Ramon, Aislan e Ebert; Dierson (Rafinha), Alan, Zotti e Marquinho; Romarinho (Xavier) e Maycon Aperibé (Yago). Técnico: René Simões.

GOLS - Rodrigo Lindoso, aos dez minutos do primeiro tempo; Xavier, aos 33, e Vinicius Tanque, aos 52 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rafael Martins de Sá.

CARTÃO AMARELO - Alan (Macaé).

RENDA - R$ 64.050,00.

PÚBLICO - 3.951 pagantes (4.454 público total).

LOCAL - Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.