Botafogo não abre mão dos três volantes

O Botafogo abriu mão do esquema de três volantes para buscar a vitória nesta quarta-feira contra o Figueirense, às 19h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. O técnico Celso Roth escalou o meio-de-campo com dois homens de criação (Ramon e Zé Roberto). Engana-se, porém, quem pensa que o treinador se contentará apenas com os três pontos. ?O empate não deixa de ser interessante?, declarou Roth, talvez enquecendo que o Figueirense é o lanterna do Campeonato Brasileiro e não tem bom retrospecto como mandante ? em 14 jogos em Florianópolis, perdeu cinco, empatou cinco e venceu quatro. Celso Roth disse ainda que a equipe sulista tem boa qualidade técnica e que o jogo será bem difícil. No primeiro turno do Brasileiro, ele era o técnico do Flamengo na vitória, por 1 a 0, sobre o Figueirense, no Orlando Scarpelli. ?Nunca é fácil conquistar os três pontos no sul do País. O Figueirense, por exemplo, marca forte e tenta impor o ritmo desde o início da partida?, afirmou o treinador, lembrando que o Flamengo ?sofreu um bocado? para superar o time de Florianópolis. O Botafogo entrará em campo com o ataque reserva. Os titulares Guilherme e Reinaldo ainda se recuperam de contusão. Guilherme, com torção no tornozelo, deve ficar duas semanas fora da equipe. Com isso, Caio e Alex Alves vão substituí-los.

Agencia Estado,

04 de outubro de 2005 | 19h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.