Vitor Silva / SS Press / Botafogo
Vitor Silva / SS Press / Botafogo

Botafogo passa a se considerar tricampeão mundial em site oficial

Clube carioca quer que títulos da Pequena Taça do Mundo de Caracas sejam reconhecidos como títulos mundiais pela Fifa; troféus terão que ser confeccionados

Redação, Estadão Conteúdo

09 de abril de 2020 | 22h45

O Botafogo passou a considerar os títulos da Pequena Taça do Mundo de 1967, 1968 e 1970 que conquistou como títulos mundiais em seu site oficial. O torneio era um triangular disputado em Caracas na Venezuela nas décadas de 50 e 60 que contou com a participação de diversos clubes tradicionais sul-americanos e europeus e, por vezes, de seleções.

O clube pensa agora em duas coisas para valorizar mais as conquistas: ir à Fifa em busca de reconhecimento internacional dos títulos e a confecção de troféus para serem expostos no memorial do clube, já que o torneio não entregava taças aos campeões na época. Os títulos estavam incluídos entre as conquistas do Botafogo no site anteriormente, mas não com a consideração de 'campeão do mundo'.

"É uma ode à nossa história gloriosa, bem como aos atletas da época, que enfrentaram grandes adversários do mundo. Uma constelação de ídolos que merece toda reverência. A história tem que ser, antes de tudo, valorizada por nós. Por isso autorizei que fosse publicado esse registro no Site Oficial. Agora, o caminho é finalizar o projeto e dar início aos trâmites em busca do justo reconhecimento em âmbito internacional", afirmou o presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, ao site globoesporte.com.

Luis Felipe de Carneiro e Miranda, curador do centro de memória do clube, foi na mesma linha do mandatário. "Esses torneios foram disputados quando o Botafogo fazia muitas excursões. Depois de 1950, criou-se a vontade de fazer os clubes campeões do mundo. E o Botafogo conquistou nessas três edições. O presidente (Nelson) Mufarrej está nessa briga comigo e autorizou. Se vamos à Fifa é algo para se ver mais na frente, mas fizemos essa valorização interna no clube", disse o historiador.

Em 1967, o Botafogo superou Barcelona-ESP e Peñarol-URU; em 1968, passou pelo Benfica-POR e pela seleção Argentina; em 1970, a equipe triunfou sobre a seleção soviética e sobre o Spartak Trnava, da então Checoslováquia. Outros clubes brasileiros venceram o torneio, como Bangu, São Paulo, Corinthians e Cruzeiro.

O Botafogo daquela época tinha Manga, Gerson, Jairzinho e Paulo César na equipe, que foi bicampeã da Taça Guanabara e do Campeonato Carioca (1967 e 1968) e também da Taça Brasil de 1968.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.