Botafogo pega Americano em prévia da Copa do Brasil

Líder do Grupo B da Taça Rio com nove pontos, o Botafogo encara o Americano nesta quarta-feira, às 19h30, na expectativa de manter a ponta da chave e seguir firme em busca da classificação para as semifinais do returno do Campeonato Carioca. Mas para o técnico Ney Franco e o elenco alvinegro, a partida tem outro significado, que reforça a importância do confronto.

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

25 de março de 2009 | 07h48

O Americano também será o adversário do Botafogo pela segunda fase da Copa do Brasil. É a oportunidade para os jogadores já estabelecerem um primeiro contato e estudarem os oponentes. ?Temos que aproveitar para conhecermos melhor o Americano. É uma equipe muito difícil de ser batida. Será bom para irmos nos adaptando ao time deles?, disse o lateral-direito Alessandro.

O Botafogo, porém, não terá seu principal jogador. O meia Maicosuel levou forte pancada no tornozelo esquerdo na goleada sobre o Duque de Caxias, quando marcou o primeiro gol, e está fora do confronto contra os campistas. O jogador se recupera bem da contusão, segundo Luiz Fernando Medeiros, médico do clube, mas não será utilizado uma vez que, no próximo sábado, o Botafogo tem um clássico contra o Fluminense.

A ideia é preservar Maicosuel para que ele tenha plenas condições de jogo contra os tricolores. Caso fosse uma partida de maior dimensão, o jogador poderia atuar no sacrifício.

Sem o meia, grande articulador das jogadas alvinegras e o homem das cobranças de faltas e escanteios, o Botafogo perde muito de seu poderio ofensivo. Assim, os atacantes Victor Simões e Reinaldo terão de se movimentar mais e buscar o jogo com mais frequência no meio-de-campo.

Para manter a ofensividade do time, o técnico Ney Franco deverá optar por Lucas Silva no meio, que começou a temporada como titular, mas depois perdeu espaço na equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.