Dolores Ochoa/AP
Dolores Ochoa/AP

Botafogo perde do Deportivo Quito e se complica na Copa Libertadores

Time carioca sofreu com a altitude de 2.800 metros e foi superado por 1 a 0

Ronald Lincoln Jr., Agência Estado

30 de janeiro de 2014 | 00h40

QUITO - O Botafogo sofreu com a altitude de 2.800 metros de Quito, não jogou bem e acabou derrotado por 1 a 0 pelo Deportivo Quito, nesta quarta-feira, no estádio Olímpico de Atahualpa, pela fase preliminar da Libertadores. A partida contou com a estreia do atacante El Tanque Ferreyra, esperança de gols do Botafogo para a competição, mas o jogador estava bastante fora de forma e acabou decepcionando.

O resultado complicou a situação da equipe brasileira. Disputando sua primeira Libertadores desde 1996, o Botafogo precisa vencer a partida de volta, quarta-feira que vem, no Maracanã, por dois gols de diferença se quiser ir à fase de grupos.

A partida desta quarta começou aquecida em Quito. Logo aos 2 minutos, a bola foi levantada na área do Botafogo, Romero cabeceou, mas Jefferson estava atento e fez uma boa defesa. Na jogada seguinte, o atacante Ferreyra já começou tentando se impor. O jogador recebeu a bola cara a cara com o goleiro Ramirez, mas foi desarmado na hora de finalizar.

O Deportivo Quito chegou bem novamente. Faraud recebeu cruzamento na área e finalizou com perigo, mas Dória se meteu na frente da bola e desviou para a linha de fundo. Outro ataque do Deportivo, e dessa vez foi fatal. Aos 18 minutos, Bravo levantou a bola na área do alvinegro, Faraud escorou e Jefferson fez uma grande defesa, mas a sobra ficou com Estupiñan, que abriu o placar.

E a equipe equatoriana continua sufocando o Botafogo. Aos 27 minutos, Romero, da intermediaria de seu campo lançou Faraud perto da área alvinegra, o meia chutou cruzado e quase marcou mais um para o Deportivo. Nos últimos 15 minutos do primeiro tempo o time carioca conseguiu entrar no ritmo do jogo e evitar os ataques da equipe equatoriana, mas, ainda assim, teve dificuldades de criar boas jogadas de ataque.

O Botafogo começou melhor no segundo tempo e em pouco tempo criou duas boas jogadas. Aos 10 minutos, Jorge Wagner bateu um escanteio com muito efeito e quase fez olímpico, mas o goleiro defendeu. Momentos depois, a bola foi alçada na área do Deportivo, Ferreyra apareceu sozinho para finalizar, mas foi alcançado por um marcador que travou a jogada.

A partida esfriou bastante no decorrer da segunda etapa. O Botafogo tinha mais posse de bola, mas não conseguia converter essa superioridade em jogadas ofensivas. Tentando administrar o resultado, o Deportivo Quito ia para o ataque com cautela. Em uma dessas subidas do time equatoriano, aos 32 minutos, Faraud recebeu próximo à meia-lua e deu um chutaço cruzado. A bola passou com perigo pelo gol de Jefferson.

FICHA TÉCNICA

DEPORTIVO QUITO 1 x 0 BOTAFOGO

DEPORTIVO QUITO - Rolando Ramírez; Víctor Chinga, Gregory González, Luis Romero e Édder Fuertes; Carlos Feraud, Edison Vega, Omar Andrade e Miguel Bravo; Víctor Estupiñán (Hansen) e Walter Calderón. Técnico: Juan Carlo Garay.

BOTAFOGO - Jefferson; Edílson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel (Wallyson), Rodrigo Souto, Lodeiro e Jorge Wagner (Renato); Ferreyra (Elias). Técnico: Eduardo Hungaro.

GOL - Estupiñián, aos 18 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Luis Romero e Edison Vega (Deportivo Quito); Jorge Wagner, Ferreyra e Rodrigo Souto (Botafogo).

ÁRBITRO - Wilmar Roldán (Fifa/Colômbia).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito (Equador).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.