Vitor Silva/Divulgação
Vitor Silva/Divulgação

Botafogo perde para o Criciúma fora de casa e adia acesso na Série B

Cariocas levam 1 a 0 e terão nova chance de subir na terça-feira

LUCIANO PÁDUA, Estadão Conteúdo

07 de novembro de 2015 | 19h49

O Criciúma insistiu muito e conseguiu derrotar o Botafogo por 1 a 0 no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma, nesse sábado, pela 34ª rodada da Série B. Lento e com dificuldade de envolver o adversário, o Botafogo deixou escapar a oportunidade de antecipar o acesso à Série A.

O clube carioca segue na liderança da Série B com 65 pontos. Para o Criciúma, a vitória foi essencial: a equipe chegou aos 42 pontos e subiu para a 14ª posição da tabela, dando mais um passo para afastar o fantasma do rebaixamento.

As equipes voltam a campo para a próxima rodada da competição, na terça-feira. O Criciúma recebe o Boa no Heriberto Hulse, em Criciúma, às 19 horas. O Botafogo enfrenta o Luverdense no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, às 21h30, em mais uma chance para garantir o seu acesso.

O Botafogo iniciou a partida exercendo a posição de líder do campeonato. Acuou o Criciúma em sua defesa e, aos cinco minutos, Neílton deu bom passe para Ronaldo, que chutou e acertou a trave de Luiz. Aos 16, Ronaldo protagonizou um lance inusitado. O atacante foi lançado nas costas da defesa, cara a cara com o goleiro, e finalizou no canto. A bola caprichosamente bateu nas duas traves e não entrou.

A equipe carioca seguiu dominando o jogo e os mandantes esperaram qualquer espaço para atacar. Aos 36 minutos, Dudu cobrou falta para os catarinenses e a bola passou perto da meta de Jefferson. Apesar de ter o domínio da partida, o Botafogo errou muitos passes no meio de campo e não criou mais jogadas de perigo no restante da primeira etapa.

Os mandantes tiraram o volante Wellington e colocaram o atacante Roger Guedes para o segundo tempo. No segundo minuto, Roger Carvalho e Jefferson se enrolaram e o goleiro pegou a bola que havia sido tocada pelo defensor. O árbitro Marcos da Penha marcou tiro livre na linha da pequena área. Roger Guedes cobrou e jogou longe do gol.

Aos 6, o próprio Roger Guedes bateu de fora da área e a tentativa passou perto da meta de Jefferson. Aos 12, os cariocas responderam: Ronaldo acertou um belo chute de fora da área e obrigou Luiz a fazer sua primeira defesa difícil. Três minutos depois, o Criciúma fez boa troca de passes e a bola chegou a Roger Guedes, que bateu forte por cima.

Nesse momento, a partida ficou bastante aberta e os mandantes mostraram que também queriam a vitória. Aos 22, Jefferson fez excelente defesa após chute de Roger Guedes. A insistência dos catarinenses deu resultado. Aos 25, Roger Guedes recebeu belo lançamento na direita e bateu cruzado. Jefferson espalmou, mas a bola sobrou para Maurinho, livre, completar para o gol: 1 a 0 para o Criciúma.

Em desvantagem, os cariocas pressionaram. Aos 41, Vinícius cruzou, a bola passou por toda a zaga e Neílton não conseguiu chegar para completar. Aos 45, Diego Jardel, livre, cabeceou de dentro da área e o goleiro Luiz fez boa defesa. Os cariocas esboçaram uma pressão no final da partida, mas não finalizaram com a eficiência necessária.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA 1 X 0 BOTAFOGO

CRICIÚMA - Luiz; Maicon Silva (Ezequiel), Wanderson, Ianson Acosta, Marlon; Barreto, Wellington (Roger Guedes), Dodi, Dudu; Tiago Adan e Bruno Lopes (Maurinho). Técnico: Roberto Cavalo.

BOTAFOGO - Jefferson; Luis Ricardo, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Carleto; Lindoso, Arão, Camacho (Diego Jardel) e Daniel Carvalho (Lulinha); Neilton e Ronaldo (Vinícius). Técnico: Ricardo Gomes.

GOL - Maurinho, aos 25 minutos do segundo tempo.

CARTÕES ARMARELOS - Wellington (Criciúma); Thiago Carleto (Botafogo).

ÁRBITRO - Marcos Andre Gomes da Penha (ES).

RENDA - R$ 91.520,00.

PÚBLICO - 5.127 presentes.

LOCAL - Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BCriciúmaBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.