Botafogo prega cautela para jogo decisivo com Resende

O Botafogo precisa apenas um empate neste domingo, às 17 horas, contra o Resende, no Engenhão, para garantir a classificação às semifinais da Taça

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

07 de fevereiro de 2010 | 08h27

Guanabara. A missão não é das mais difíceis, mas ninguém em General Severiano quer cantar vitória antes da hora. O discurso é de respeito total ao limitado adversário.

"Ficamos em boa posição para nos classificar, mas temos que seguir trabalhando, pois ainda não conseguimos nada. O time está acertando seu jogo, fazendo gols e virando a imagem do início do campeonato", afirmou o atacante Loco Abreu, certo de que jogador da sua posição vive de gols.

Animado com a reação do Botafogo - obteve duas vitórias seguidas no

Estadual do Rio), o técnico Joel Santana terá dois desfalques para o jogo. O zagueiro Antônio Carlos e o atacante Herrera vão cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Artilheiro do Alvinegro no Estadual, com três gols, Herrera vai ceder lugar a Caio, que atuaria pela primeira vez como titular. O jovem atacante, de 19 anos, vem jogando bem. Fez dois gols ao todo nos jogos contra América e Madureira.

Priorizando a marcação, o Resende espera surpreender o Botafogo. "Esperamos manter a força da nossa marcação. Será uma partida muito complicada, mas os jogadores estão motivados e dispostos a honrar a camisa do Resende", disse o treinador Marcelo Buarque.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoResende

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.