Botafogo pretende comprar 50% dos direitos econômicos do lateral Cortês

Um dos destaques do time no Brasileiro, Jogador é do Nova Iguaçu e foi convocado para seleção

AE, Agência Estado

09 de setembro de 2011 | 18h54

No início do ano, Bruno Cortês era um desconhecido lateral-esquerdo do Nova Iguaçu em busca de visibilidade. Meses depois, é jogador de seleção brasileira e cobiçado por muitas equipes para a próxima temporada. A diretoria do Botafogo, portanto, já começa a se mexer para segurar o promissor jovem, que está emprestado até o fim do ano.

Os cartolas alvinegros já marcaram uma reunião com o empresário do jogador, Flávio Trivela, para esta segunda e vão colocar na mesa uma proposta de cinco anos de contrato com substancial aumento salarial.

O Nova Iguaçu detém totalmente os direitos econômicos do jogador e o Botafogo vai se oferecer para comprar 50% deles, de forma que o clube da Baixada Fluminense receba metade em uma futura negociação.

Suspenso da vitória sobre o Ceará, Cortês reassume a lateral-esquerda alvinegra para o confronto com o Coritiba, domingo, no Couto Pereira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoCortês

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.