Botafogo promete atacar o São Paulo

O Botafogo recebe o líder São Paulo neste sábado pela décima primeira rodada do Campeonato Paulista da Série A1 jurando não temer o adversário. Pelo contrário: a expectativa é de jogar de igual para igual. "Nós estamos em nossa casa e o São Paulo merece ser respeitado. Mas isso não significa que teremos uma postura defensiva. Vamos jogar de igual para igual", afirma o técnico Lori Sandri, responsável pela armação do time. Para montar a equipe que joga neste sábado o treinador tem os desfalques do volante Róbson Nese e o zagueiro Rogério. Ambos estão machucados e foram vetados pelo departamento médico. Assim, em seus lugares entram Augusto e Chicão. Outro desfalque é o atacante Gauchinho, que continua contundido e só deve voltar a treinar daqui há duas semanas. Preocupado com o fato do time ter perdido os dois últimos jogos, o treinador não teme ainda a pressão da torcida, que deve comparecer em grande número no estádio Santa Cruz. "Eles (os torcedores) têm que nos apoiar e ajudar o time a vencer", pede. A expectativa é que o estádio receba mais de 30 mil torcedores, superando os 29 mil que assistiram ao jogo contra o Santos há três rodadas. Na sexta-feira, quando a diretoria do Botafogo começou a vender os ingressos, a procura foi considerada excelente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.