Botafogo quer aproveitar jogos no Rio para embalar

Depois da derrota para o Grêmio, domingo, por 2 a 0, no Olímpico, são apenas dois pontos conquistados pelo Botafogo nas três primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, e o time já entrou em estado de alerta na competição. É o pior início no torneio nos últimos quatro anos. Ainda é cedo, mas a ordem do técnico Ney Franco é aproveitar a sequência de três partidas que o clube fará no Rio para dar um salto na tabela e alcançar as primeiras posições.

AE, Agencia Estado

25 de maio de 2009 | 20h25

"Já estamos tratando de recuperação quando gostaríamos de falar em manter o ritmo. Gostaria de estar lá na frente, ao lado do Internacional", lamentou Ney Franco nesta segunda-feira. No sábado, o Botafogo encara o Sport, no Engenhão, depois faz o clássico contra o Fluminense, no Maracanã, e na sequência enfrentará o Santos, novamente em casa.

O treinador continua torcendo pelo retorno do atacante Reinaldo, afastado desde o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca com uma torção no tornozelo. Mas isso só deve acontecer dentro de mais algumas semanas. A saída de Maicosuel também é tida como a razão para o time só ter marcado um gol na competição. O autor foi Victor Simões.

Mesmo com seu estilo de falar pouco e ponderadamente, Ney deixou transparecer a frustração por não poder contar com mais e melhores opções no elenco. "O clube passa por uma reestruturação e estou respeitando uma nova realidade financeira. Mas preciso de material humano", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.