Botafogo quer encerrar incômodo jejum de vitórias

Sem vencer há seis partidas, o Botafogo recebe o Sport, neste sábado, às 18h30, no Engenhão, em busca do primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro. A vitória é fundamental também para evitar um princípio de crise no clube e pressões da torcida pela saída do técnico Ney Franco.

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

30 de maio de 2009 | 08h40

Por enquanto, o treinador está respaldado pela diretoria, que entende que o elenco é limitado e não permite a Ney muitas alternativas, mas a sequência de insucessos pode forçar os dirigentes a agir da forma mais usual - demitir o treinador.

A expectativa da torcida e do próprio Ney Franco é que a reestreia de Lúcio Flávio com a camisa alvinegra, substituindo Maicosuel, possa ajudar a acabar com a falta de gols da equipe na competição. Victor Simões foi o autor do único gol botafoguense em três partidas.

Mais uma vez, ele não terá a seu lado no ataque a presença de Reinaldo, que continua se recuperando de uma contusão e não atua desde o primeiro jogo da decisão do Campeonato Carioca. Depois de Diego, Jean Coral e Jean Carioca terem fracassado como seus substitutos, Ney deverá apostar na prata da casa.

No último coletivo antes da partida, realizado na quinta-feira com os portões fechados, o técnico utilizou o jovem Laio no ataque. "O Laio teve uma boa semana de treinamentos e concentramos nossa forma de atuar com ele em campo, apesar do Tony estar liberado pelos médicos", justificou Ney Franco.

Outra novidade deve ser a presença de Wellington Júnior na lateral esquerda. O zagueiro Teco, que não atuava há dois anos e voltou em amistoso contra o Brasil, de Pelotas, na última terça, pode fazer sua estreia pelo Botafogo.

Contratado há seis meses, o jogador vive às voltas com contusões. ?Ainda não pude ajudar o Botafogo. Sinto que tenho uma dívida com a torcida, com o clube, que apostou em mim e ainda não retribuí. Quero recomeçar a minha carreira no Botafogo?, disse Teco.

Outra dúvida de Ney Franco estava no gol, mas Renan não se recuperou de contusão e o experiente Castillo, convocado para a seleção uruguaia, permanece na meta alvinegra.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.