Botafogo quer encerrar um tabu contra o Grêmio no Sul

O ano era 1995, quando Botafogo derrotou o Grêmio (3 a 2) pela última vez no estádio Olímpico, em Porto Alegre. A versão 2011 do time alvinegro quer repetir nesta quinta-feira, a partir das 20h30, pela 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro, aquele feito e outro ainda mais importante. Ao fim daquela campanha, a equipe comandada por Túlio foi campeã nacional.

AE, Agência Estado

22 de setembro de 2011 | 07h58

E o grande nome da atual caminhada (é o quarto colocado, com 41 pontos) está de volta ao time. Elkeson retorna de suspensão para recolocar a equipe no rumo das vitórias depois de uma derrota e um empate. "Tabu existe para ser quebrado. Vamos a Porto Alegre para impor nosso ritmo. Sabemos da força do Grêmio lá dentro, mas para brigar pelo título temos que vencer fora de casa", disse o meia Elkeson, citando o baixo rendimento em território adversário.

O técnico Caio Júnior comemora muito a volta do homem que é ao mesmo tempo arco e flecha, assistindo os colegas e finalizando com precisão. Justamente por ter consciência da importância do meia para o conjunto alvinegro, o treinador faz uma cobrança a Elkeson: quer menos imprudência nas disputas de bola.

O desfalque da vez é Marcelo Mattos. O volante cumpre gancho e vai ser substituído por Lucas Zen. Antes da efetivação de Renato, o garoto ganhou uma boa sequência como titular e agora tem nova chance. "Ele tem minha total confiança. É um jogador muito inteligente, que entende facilmente tudo que a gente pede a ele. Não muda nada na armação do time. Estou muito tranquilo em relação a isso", apoiou Caio Júnior.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.