Vitor Silva / Botafogo
Vitor Silva / Botafogo

Botafogo recebe a Ponte Preta pela 4ª vitória seguida e caça ao G4 da Série B

Técnico Enderson Moreira deve manter a escalação dos últimos jogos para enfrentar a equipe campineira

Redação, Estadao Conteudo

08 de agosto de 2021 | 07h46

Invicto sob o comando de Enderson Moreira, o Botafogo quer confirmar a boa fase diante da Ponte Preta, neste domingo, às 20h30, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. São três vitórias em três jogos sob o comando do treinador.

Nessa retomada, o time botafoguense abriu a série de triunfos ao bater o Confiança (1 a 0, fora de casa) e o CSA por 2 a 0 (em jogo atrasado). O último confronto foi o duelo contra o  Vasco (2 a 0, em casa) em clássico inédito disputado na Série B. Esta sequência de bons resultados afastaram o perigo do rebaixamento e deixaram o time com 22 pontos. O objetivo agora é buscar uma vaga no G4 - a zona de acesso.

Já a Ponte Preta acumula dois jogos sem derrota, sendo uma vitória sobre o Goiás (2 a 1, em casa) e empate com o CRB (1 a 1, fora de casa). Apesar de ter chegado aos 13 pontos, o pensamento é continuar nesse ritmo para não voltar à zona de rebaixamento.

Em campo, a tendência é que o técnico Enderson Moreira não faça nenhuma mudança no time titular do Botafogo. O treinador está contente com o padrão de jogo, apesar de admitir alterações pontuais.

Na Ponte Preta, o técnico Gilson Kleina será forçado a mexer na formação inicial. Uma mudança já era prevista, já que o zagueiro Cleylton foi expulso diante do CRB. Seu substituto será Rayan. "Ele é experiente e tem a nossa confiança. Espero que possa repetir o que fez em Maceió, quando entrou numa situação difícil, com um a menos e há um tempo sem jogar, e conseguiu sustentar", justificou.

Por fim, outra mudança pode acontecer no setor ofensivo. O atacante Rodrigão sentiu desconforto muscular e será reavaliado pelo departamento médico. Se for vetado, Josiel e João Veras brigam pela titularidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.