Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Vitor Silva/ SSPress/ Botafogo
Vitor Silva/ SSPress/ Botafogo

Botafogo recebe o Cruzeiro buscando se recuperar no jogo 'mais decisivo' do ano

Ocupando a oitava colocação com 52 pontos, time precisa vencer neste domingo para se garantir na Libertadores

Estadao Conteudo

03 de dezembro de 2017 | 07h14

Sem vencer há quatro partidas no Campeonato Brasileiro, o Botafogo tem uma verdadeira decisão neste domingo contra o Cruzeiro, às 17 horas, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela 38.ª e última rodada da competição.

+ Mano fecha preparação e confirma Cruzeiro com força máxima para domingo

Apesar do elenco relativamente modesto quando comparado aos principais adversários, o Botafogo surpreendeu e fez uma boa campanha na Copa do Brasil e na Copa Libertadores, consolidando-se como um dos principais times do ano.

O rendimento, contudo, caiu nas últimas rodadas do Brasileirão. E, ocupando a oitava colocação com 52 pontos, o Botafogo precisa vencer neste domingo para se garantir na Libertadores. Para consolidar o bom desempenho do ano, assim, o técnico Jair Ventura espera que o time retome sua força para um duelo "mais decisivo do que nunca".

"Quero todos muito felizes. Agora vai ser o jogo do ano, literalmente", garantiu o treinador. "Esse jogo passa a ser mais decisivo do que nunca, não vamos ter outra chance. Temos que vencer ou vencer. Empate não serve. Vamos muito fortes, muito fortes para conseguir o nosso objetivo".

Os desfalques, contudo, prometem atrapalhar Jair Ventura: Bruno Silva, Gilson, Rodrigo Pimpão e João Paulo estão suspensos e não atuam no duelo decisivo. Já Victor Luis, vetado no último jogo por questões contratuais, e Brenner, recuperado de um problema no ombro, são importantes reforços para o Botafogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.