Vitor Silva/Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Botafogo recebe o líder Inter e tenta melhorar aproveitamento no Brasileirão

Equipe de Paulo Autuori só não está melhor colocada na tabela de classificação em razão do alto número de empates

Redação, Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2020 | 12h21

Ainda invicto no Campeonato Brasileiro, o Botafogo só não está mais bem colocado na tabela de classificação em razão do alto número de empates. O time alvinegro quer reverter esse cenário e derrotar o líder Internacional, neste sábado, às 17 horas, no Engenhão, em duelo que abre a sexta rodada.

O Botafogo vem de vitória por 2 a 1 sobre o Paraná que o garantiu na quarta fase da Copa do Brasil. No Brasileirão, não briga pelas primeiras posições no momento porque acumula três empates e venceu apenas uma vez em quatro jogos, o que o deixa com seis pontos, na 11ª posição - tem uma partida por fazer, da primeira rodada, que foi adiada.

O time do técnico Paulo Autuori carece de ajustes, mas tem mostrado organização e equilíbrio. O ponto forte da equipe alvinegra tem sido os contra-ataques, explorando os erros dos adversários, e as bolas paradas, arma utilizada para marcar os últimos três gols - dois após cobranças de escanteio e um de pênalti. A equipe, porém, tem apresentado deficiência na criação das jogadas e baixa eficiência no ataque.

É possível que Autuori mantenha o esquema com três zagueiros, utilizado na vitória em Curitiba e no empate no clássico contra o Flamengo. Assim, Rafael Forster permanece na equipe. O zagueiro, que chegou recentemente vindo do futebol búlgaro, correspondeu nas chances como titular ao lado de Marcelo Benevenuto e Kanu.

Antes reserva, Forster passou a ser o terceiro zagueiro no novo desenho tático, ao lado da dupla de jovens que vieram das categorias de base. O defensor, de 30 anos, foi contratado para dar mais experiência no setor depois da saída de Carli, e não decepcionou até aqui.

Chama a atenção que ele sequer cometeu uma falta nos quatro jogos em que atuou - em dois veio do banco de reservas e, em dois, atuou como titular. Agora, deve ter mais uma oportunidade para manter a boa fase, desta vez diante do time que o revelou. Mal nos últimos confrontos, Bruno Nazário pode começar no banco, o que abriria espaço para Matheus Babi ou Rhuan.

Principal reforço do clube no ano, Salomon Kalou apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na última quinta-feira e está apto para estrear. Cabe a Autuori decidir se irá utilizá-lo já neste sábado. O atacante marfinense impressionou pela forma física mesmo há nove meses sem entrar em campo.

Apesar disso, a tendência é de que a sua estreia ainda leve um tempo para acontecer justamente pelo longo período de inatividade - a última vez que Kalou disputou uma partida oficial foi em 30 de novembro, pelo Hertha Berlin, da Alemanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.