Thiago Lara/O Dia
Thiago Lara/O Dia

Botafogo repudia pichação de estátuas no Engenhão

Sérgio Landau, diretor executivo do clube, classificou a atitude como 'ato de vandalismo idiota'

AE, Agência Estado

08 de agosto de 2013 | 20h25

RIO - Estátuas de Garrincha, Nilton Santos, Jairzinho e Zagallo, expostas do lado de fora do Engenhão, amanheceram pichadas nesta quinta-feira. Funcionários do Botafogo apagaram as marcas do vandalismo no mesmo dia. A estátua de Zagallo havia sido inaugurada na última terça. "Foi um ato de vandalismo idiota, de um cara que esqueceu o quanto esses jogadores foram importantes não só para o Botafogo, mas para o Brasil. É uma atitude desrespeitosa com a história do futebol brasileiro", lamentou Sérgio Landau, diretor executivo do clube.

Depois de deixar escapar por segundos a chance de manter a liderança do Campeonato Brasileiro, o Botafogo tem outros problemas para o jogo deste sábado contra o Goiás, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. O técnico Oswaldo de Oliveira perdeu três homens para suspensões e ainda paira dúvida sobre o holandês Seedorf.

O zagueiro Bolívar, o volante Gabriel e o meia Lodeiro receberam o terceiro cartão amarelo no empate em 2 a 2 com o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte, e vão cumprir gancho automático. O uruguaio já era desfalque esperado, pois foi convocado para defender a sua seleção nacional.

Por outro lado, Oswaldo de Oliveira terá pouco tempo para definir substitutos. Na zaga, André Bahia deve ser o escolhido. Na cabeça de área, o veterano Renato joga. Para a posição de Lodeiro, a dúvida é maior em razão de Seedorf. O holandês não enfrentou os mineiros, a princípio para ser poupado, mas o técnico deu indicações depois do jogo de que o problema pode ser maior e não garantiu seu retorno contra os goianos. "Se ele melhorar, joga. Se não melhorar, não vai jogar", decretou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoestátuas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.