Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Botafogo sai na frente com Loco, mas cede empate ao Flamengo

Clássico deixa alvinegro a quatro pontos do líder e rubronegro a 9 jogos sem vencer

Bruno Lousada, AE

18 de setembro de 2011 | 18h56

RIO - O Flamengo tinha de vencer. O Botafogo também. Mas as duas torcidas saíram do Engenhão neste domingo sem motivos para festejar. O placar de 1 a 1 não foi bom para ninguém. Com o empate, o time alvinegro, em quarto lugar no Brasileirão, deixou de encostar no líder Vasco - que soma 45 pontos, quatro a mais que o Botafogo. Já a equipe rubro-negra completou nove partidas sem ganhar (sua pior sequência da história dos pontos corridos) e permanece fora da zona de classificação para a Copa Libertadores.

"Vamos continuar trabalhando. O resultado não veio", limitou-se a dizer Ronaldinho Gaúcho. O atacante Loco Abreu, autor do gol do Botafogo, deixou claro que o resultado foi ruim. "Não foi o que a gente queria. Fica uma raiva, porque a gente tinha de ganhar", comentou.

Em busca da reabilitação, pois sofreu goleada de 5 a 0 para o Coritiba na última rodada, o Botafogo dominou o primeiro tempo, forçando o goleiro Felipe a trabalhar. Num lance digno de aplausos, o atacante Herrera finalizou de bicicleta, de fora da área, e o camisa 1 rubro-negro evitou o famoso gol de placa.

Depois, a equipe alvinegra abriu o placar. O lateral Lucas passou por Junior Cesar e cruzou na área. Com Loco Abreu na sua cola, em vez de saltar, o zagueiro Alex Silva nem sequer pulou. Aí o atacante uruguaio não perdoou. Subiu e testou firme, encobrindo o goleiro Felipe, que também não saiu bem do gol.

O gol consolidou o domínio botafoguense diante de um Flamengo nervoso em campo. No intervalo, o técnico Vanderlei Luxemburgo sacou o atacante Deivid e escalou Jael. Deu certo. Logo no começo do segundo tempo, o atacante recebeu de costas para a defesa alvinegra, girou, passou pelos zagueiros Fábio Ferreira e Antônio Carlos e chutou forte: 1 a 1.

Empolgado, o time rubro-negro passou a pressionar, melhorou em relação à primeira etapa, mas não foi eficiente. E lamentou bastante a excelente defesa do goleiro Jefferson numa ''bomba'' do meia Renato Abreu. Já o Botafogo chegou a ameaçar por duas vezes o gol de Felipe, mas lhe faltou acertar a pontaria.

Na próxima rodada, o Flamengo tentará encerrar sua fase negativa diante do ameaçado Atlético Mineiro, em Sete Lagoas, na quarta-feira. O Botafogo enfrentará o Grêmio na quinta, em Porto Alegre.

Ficha Técnica:

Botafogo 1 x 1 Flamengo

Botafogo - Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel (Cidinho) e Felipe Menezes (Lucas Zen); Herrera (Everton) e Loco Abreu. Técnico: Caio Júnior.

Flamengo - Felipe; Léo Moura, Alex Silva, Welinton e Junior Cesar; Airton (Maldonado), Willians, Renato e Thiago Neves; Ronaldinho e Deivid (Jael). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols - Loco Abreu, aos 25 minutos do primeiro tempo. Jael, aos 4 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Alex Silva, Renato, Renato Abreu e Airton.

Árbitro - Péricles Bassols (RJ).

Renda - R$ 600.495,00.

Público - 20.805 pagantes.

Local- Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.