Botafogo se reencontra com a vitória

Com tranqüilidade, o Botafogo derrotou o Coritiba por 2 a 0, neste sábado à noite, no estádio Luso-Brasileiro, e quebrou um jejum de oito rodadas sem vitórias no Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time carioca totalizou 43 pontos, em 33 partidas, enquanto a equipe paranaense permaneceu com 38, em 32 jogos.A necessidade da vitória obrigou o Botafogo a ser ofensivo durante toda a partida. Os jogadores cariocas, cientes da obrigação de conquistar os três pontos por atuar em casa, se esforçaram em campo e, aos 20 minutos do primeiro tempo, o atacante Caio recebeu uma bola na área, matou no peito e chutou de voleio, sem chances de defesa para o goleiro Douglas.Mas, se Douglas não conseguiu defender o primeiro gol do Alvinegro, na segunda etapa foi o responsável por impedir que o time fosse goleado. Praticou belas defesas em duas cobranças de falta de Ramon e uma em um chute à queima-roupa do atacante Alex Alves. Mas, aos 41 minutos, depois de um cruzamento pela direita de Ruy, o goleiro não conseguiu bloquear o desvio de bola de Alex Alves e o Botafogo chegou ao segundo gol.O Coritiba não se acomodou com a pressão do Botafogo. Mas, apesar de conseguir criar jogadas de ataque, os jogadores paranaenses abusaram do direito de errar as conclusões. Com o resultado, a situação do técnico Antônio Lopes Júnior ficou delicada na equipe, que não vence há cinco partidas. Já o técnico do Alvinegro, Celso Roth, conseguiu uma sobrevida no clube, porque uma novo insucesso seria determinante para a sua demissão.Novo comando ? Depois de o Flamengo ? na tentativa de sair da crise ? trazer na semana passada seus ex-presidentes (Kléber Leite e Hélio Ferraz) para o comando do Departamento de Futebol, ontem foi a vez de o presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, convocar Carlos Augusto Montenegro para ser o novo responsável pelo futebol alvinegro. Ele já foi presidente da agremiação carioca e, em 1995, conquistou o título de campeão Brasileiro.

Agencia Estado,

22 de outubro de 2005 | 22h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.