Botafogo-SP critica decisão da Liga

O presidente do Botafogo-SP, Ricardo Christiano Ribeiro, ficou desolado com a decisão tomada pela Liga Rio-São Paulo, em Assembléia Geral realizada nesta quarta-feira, que colocou o São Caetano no lugar do time de Ribeirão Preto no Torneio Rio-SP de 2002. ?Foi mais uma vergonha para o futebol brasileiro?, criticou o dirigente.Segundo o presidente do Botafogo, os clubes de São Paulo é que foram os responsáveis pela mudança. "Foram os paulistas que nos derrubaram. Os cariocas questionavam a presença do Etti", revelou Ricardo Ribeiro, que recebeu o apoio do presidente do Botafogo-RJ, Mauro Ney Palmeiro, durante a Assembléia. "Ele se levantou e disse para todos que não seria o Botafogo que deveria deixar a Liga, mas sim o Etti".Outro fato questionado por Ricardo Ribeiro foi a votação secreta. "Nem o Senado e a Câmara não usam mais a votação secreta, por que aqui usaram?", indagou. Na votação, que teve a participação de 13 representantes do 16 clubes da Liga, o Botafogo-SP foi excluído por sete votos a seis.Sobre o futuro, Ricardo Ribeiro disse que os dirigentes da Liga ainda deram esperanças para o Botafogo. "Eles nos disseram que se o Flamengo ou o Vasco ficaram de fora, nós continuaremos", afirmou.O Botafogo-SP foi confirmado como participante do Torneio Rio-SP há três meses, quando foi fundada a Liga Rio-São Paulo, por ter sido vice-campeão paulista no primeiro semestre. Após seu rebaixamento no Campeonato Brasileiro, a sua saída já era dada como certa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.