José Bazzo/ Agência Botafogo
José Bazzo/ Agência Botafogo

Botafogo-SP e Náutico empatam e seguem na zona de rebaixamento da Série B

Equipes têm confrontos difíceis na próxima rodada: equipe de Ribeirão Preto visita o Brasil-RS; Náutico vai a Santa Catarina enfrentar a líder Chapecoense

Redação, Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2020 | 20h26

Na briga direta para fugir da zona de rebaixamento e evitar a queda à Série C, Botafogo-SP e Náutico empataram por 1 a 1, neste domingo, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP), pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Ambos seguem na zona de queda. O Botafogo-SP é o 19.º e penúltimo colocado com 24 pontos, só na frente do Oeste, que tem 16. O Náutico é o 18.º com 28, um atrás do Paraná, que abre o grupo dos piores da competição.

Era natural que os dois times começassem o jogo preocupados com o sistema de marcação, afinal de contas quem sai atrás sempre tem dificuldade para depois tentar uma vitória. Bem posicionado, o Náutico teve mais volume de jogo, embora sem poder de finalização. De outro lado, o Botafogo-SP só teve uma chance no ataque, em uma finalização perdida por Matheus Anjos.

Na primeira jogada bem coordenada do Botafogo-SP saiu o gol aos 45 minutos. Valdemir iniciou a jogada no meio de campo com categoria, dando uma caneta entre as pernas de Djavan. Ele abriu para Ronald em velocidade do lado direito, de onde saiu o levantamento em direção à área. Matheus Anjos desviou de cabeça no canto direito do goleiro.

Em desvantagem, o Náutico voltou mais aberto e dando espaços para os contra-ataques do time paulista. Tanto que o Botafogo-SP quase ampliou aos quatro minutos, após duas viradas de jogo dentro da grande área, até que Matheus Jesus completou de peito e a bola explodiu no travessão.

O Náutico sentiu o gol, dando tempo para o Botafogo-SP ampliar o placar e matar o jogo, principalmente com a velocidade dos seus atacantes. Mas como o time paulista não aproveitou, os pernambucanos correram atrás do empate.

Aos 26 minutos, após cruzamento da direita, o lateral-direito Jeferson evitou o gol do Náutico quase em cima da linha. O empate saiu aos 33, quando Dadá matou no peito dentro da área, no lado esquerdo, e cruzou na medida para Paiva só completar quase em cima da linha. Depois disso, houve muita tensão dos dois lados.

Pela 29.ª rodada, o Botafogo-SP vai enfrentar o Brasil-RS, em Pelotas (RS), nesta quarta-feira, às 16h30. No mesmo dia, o Náutico vai ter uma pedreira pela frente: a líder Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC), a partir das 19h15.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-SP 1 x 1 NÁUTICO

BOTAFOGO-SP - Darley; Jeferson, Robson, Walisson Maia e Guilherme Romão; Valdemir, Raniele (Dodô) e Matheus Anjos (Bady); Ronald, Michel Douglas (Judivan) e Wesley Pionteck (Cássio Ortega). Técnico: Moacir Júnior.

NÁUTICO - Anderson; Hereda, Camutanga, Ronaldo Alves (Rafael Ribeiro) e Kevyn; Rhaldney (Jhonnatan), Djavan (Dadá) e Bryan; Jean Carlos (Ruy), Vinícius (Erick) e Paiva. Técnico: Hélio dos Anjos.

GOLS - Matheus Anjos, aos 45 minutos do primeiro tempo; Paiva, aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Valdemir e Robson (Botafogo-SP); Kevyn, Jhonnatan, Bryan e Vinícius (Náutico).

ÁRBITRO - Rodrigo Batista Raposo (DF).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.