José Bazzo/Agência Botafogo
José Bazzo/Agência Botafogo

Botafogo-SP vence Sampaio Corrêa de virada e se mantém na luta para não cair

Equipe de Ribeirão Preto tem quatro pontos a menos que o Vitória, primeiro time fora da zona de rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

12 de janeiro de 2021 | 22h09

O Botafogo-SP continua sem entregar as fichas e manteve o sonho vivo de seguir na Série B do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Sampaio Corrêa, de virada, pelo placar de 2 a 1, nesta terça-feira, no estádio Santa Cruz, pela 34.ª rodada. O resultado ampliou a péssima do time do Maranhão, que chegou a sonhar com a conquista do acesso.

Com o resultado, o Botafogo-SP alcançou os 33 pontos, na penúltima colocação, mas ficando mais próximo de deixar a zona de rebaixamento. Já o Sampaio Corrêa conheceu seu oitavo tropeço consecutivo. O time maranhense é o 12.º, com 45.

Sem Jeferson, autor dos gols na vitória por 3 a 0 frente à Chapecoense, o Botafogo sofreu no setor ofensivo durante todo o primeiro tempo e viu o Sampaio criar as melhores oportunidades. Logo de cara, Léo Costa aproveitou a sobra para jogar a bola por cima do gol, rente ao travessão de Igor.

Com dificuldade em fazer a infiltração, o clube maranhense começou a arriscar de longe. Em uma delas, Roney chutou forte para defesa de Igor. O goleiro voltou a brilhar, logo na sequência, no arremate de Jackson. Já o Botafogo optou apenas por se defender e acabou sendo castigado.

Aos 35 minutos, Marcinho recebeu dentro da área e acabou sendo derrubado por Walisson Maia: pênalti. Jackson foi para a cobrança e colocou o Sampaio Corrêa à frente do marcador. O time maranhense ainda tentou pressionar no fim, visando ampliar, mas acabou esbarrando na defesa adversária.

No segundo tempo, o panorama mudou. O Botafogo saiu com tudo para cima do empate e conseguiu igualar o placar aos sete minutos. Joazi derrubou Michel Douglas dentro da área: pênalti. O próprio atacante foi para a cobrança e deixou tudo igual.

O Sampaio sentiu o gol e deu liberdade para o Botafogo, que virou aos 13 minutos. Valdemir encontrou Ronald pelo lado direito. Ele ganhou de Luis Gustavo e chutou sem chances para o goleiro Gustavo. O atacante ainda poderia ter feito o terceiro, mas, desta vez, o arqueiro fez um milagre para salvar a equipe visitante.

Nos minutos finais, o Sampaio Corrêa, já sem qualquer organização, partiu com tudo em busca do empate, mas não conseguiu furar o bloqueio do adversário, que conquistou três pontos importantes na luta contra a degola.

Na próxima rodada, o Sampaio Corrêa recebe o Paraná na sexta-feira, às 19h15, no estádio Castelão, em São Luis. No mesmo dia, às 21h30, o Botafogo visita o América-MG no Independência, em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-SP 2 X 1 SAMPAIO CORRÊA

BOTAFOGO-SP - Igor; Raniele, Robson, Walisson Maia (Jordan) e Guilherme Romão; Valdemir, Victor Bolt (Elicarlos), Matheus Anjos (Bady) e Luketa (Cássio Ortega); Michel Douglas (Judivan) e Ronald. Técnico: Moacir Júnior.

SAMPAIO CORRÊA - Gustavo; Joazi (Eloir), Joécio, Paulo Sérgio e Luis Gustavo; André Luiz, Léo Costa (Vinícius Kiss) e Marcinho (Mailson); Roney (Gustavo Ramos), Jackson e Pimentinha (Diego Tavares). Técnico: Léo Condé.

GOLS - Jackson, aos 35 minutos do primeiro tempo. Michel Douglas, aos sete, e Ronald, aos 13 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS).

CARTÕES AMARELOS - Matheus Anjos, Ronald, Valdemir e Victor Bolt (Botafogo); André Luiz e Léo Costa (Sampaio Corrêa).

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.