Vitor Silva / SS Press / Botafogo
Vitor Silva / SS Press / Botafogo

Botafogo tem estreia do técnico Alberto Valentim contra Nova Iguaçu pela Taça Rio

Novo treinador escondeu escalação, mas garantiu Gatito Fernández no gol

Estadão Conteúdo

22 de fevereiro de 2018 | 07h06

O início de ano não tem sido fácil para a torcida do Botafogo, que viu a equipe ser eliminada de forma precoce na Copa do Brasil, além da dolorosa derrota para arquirrival Flamengo nas semifinais da Taça Guanabara. Tais resultados fizeram a diretoria optar por uma troca no comando técnico, desligando Felipe Conceição e apostando em Alberto Valentim, que estreia nesta quinta-feira, quando joga contra o Nova Iguaçu, às 19h30, no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ), pela primeira rodada da Taça Rio, que equivale ao segundo turno do Campeonato Carioca.

+ Valentim confirma ausências e elogia elenco botafoguense antes da estreia

+ Apresentado no Botafogo, Moisés exibe confiança: 'Resposta será dentro de campo'

O problema do clube alvinegro tem sido os jogos decisivos, pois conseguiu terminar a fase de classificação da Taça Guanabara invicto, tendo somado duas vitórias e três empates. Integrante do Grupo C, o Botafogo ficou na segunda posição com os mesmos 9 pontos do Boavista, que levou vantagem nos critérios de desempate por ter vencido mais (3 contra 2). Já o Nova Iguaçu foi somente o quarto no Grupo B com 5 pontos, três a menos que o Bangu, que se classificou em segundo.

Alberto Valentim optou por fazer mistério, escondendo o time que vai mandar a campo em seu primeiro jogo à frente do Botafogo. Entretanto, ele confirmou que Jefferson, com dores no tornozelo, dará lugar ao paraguaio Gatito Fernández no gol. Além do goleiro, o treinador não poderá contar com o volante Matheus Fernandes e com o meia Renatinho. Ambos estão no departamento médico.

Apesar do momento ruim do clube na temporada, e da revolta da torcida, que chegou a protestar de forma violenta, causando revolta por parte dos atletas, o treinador destaca que encontrou um elenco empenhado. "Encontrei uma disponibilidade enorme por parte deles e isso nos ajuda muito a implantar as coisas que eu gosto no posicionamento, na forma de jogar... Só é possível com eles e a força de vontade de todos é muito boa e facilita. Já tinha ouvido falar do profissionalismo do grupo, que não é de mentira. Querem fazer as coisas que pedimos e posso dizer que é um time ponta firme", comentou após os treinos do dia.

Após duas semanas de treinamentos intensivos, Edson Souza acredita que o Nova Iguaçu chega forte para o segundo turno. Ele usou o período para corrigir as falhas identificadas na Taça Guanabara, com intuito de buscar uma vaga nas semifinais. Para cumprir tal objetivo contará com Andrezinho, experiente meia que, entre outros clubes, defendeu o próprio Botafogo.

"A chegada do Andrezinho vai enriquecer o grupo, colocar um tempero diferente, e procuramos fazer esses ajustes para que quem estiver com ele possa dar o suporte e tirar o proveito das características dele. É um jogador com muita qualidade técnica, que tem todas as condições de atuar numa grande força do futebol brasileiro", disse o técnico de maneira confiante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.