Satiro Sodré/Divulgação
Satiro Sodré/Divulgação

Botafogo tem o retorno de Seedorf contra o Corinthians

Time do Rio vem de duas vitórias e tenta colar no líder Cruzeiro

AE, Agência Estado

11 de setembro de 2013 | 07h45

RIO - Com Seedorf de volta e ainda na cola (embora quatro pontos atrás) do líder Cruzeiro, o Botafogo recebe nesta quarta-feira o Corinthians, no estádio do Maracanã, às 21h50, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Motivado após duas vitórias seguidas (a última, sobre o Criciúma, conquistada no último minuto), o time alvinegro espera poder contar com um tropeço do clube mineiro, que vai jogar fora de casa contra o Goiás.

Nesta quarta, com o retorno do holandês Seedorf, um dos dois jovens que foram decisivos nas últimas vitórias do Botafogo deve ir para o banco de reservas. Hyuri, de 21 anos, que marcou dois gols contra o Coritiba (um deles, uma pintura), e Octávio, de 19, que fez o primeiro na vitória por 2 a 1 sobre o Criciúma, disputam uma posição na equipe. Hyuri corre na frente.

Com a boa campanha no Brasileirão e na Copa do Brasil, o time cada vez mais deixa para trás os problemas extracampo, como os salários atrasados (já regularizados) e a perda do Engenhão. "Nos acostumamos com o Maracanã. Os salários estão em dia, isso já superamos. Agora tem todo o segundo turno pela frente", disse o volante Marcelo Mattos.

"Não podemos deixar cair o trabalho e jogar tudo fora. Sabemos que se sairmos da Copa do Brasil ou formos mal no Campeonato Brasileiro tudo vai por água abaixo e não é isso que a gente quer. Vamos em busca dos títulos", afirmou o ex-jogador do Corinthians.

Para o volante, o técnico Oswaldo de Oliveira tem grande participação no momento do time, que perdeu peças importantes ao longo do ano como Vitinho, Fellype Gabriel e Andrezinho. "Para não ter queda, já que perdemos jogadores importantes, atribuo ao nosso treinador e à comissão técnica. São vários profissionais trabalhando sem ninguém ver. E ainda temos uma base de muita qualidade".

No treino desta terça, o lateral-direito Gilberto fez trabalho separadamente com bola e não demonstrou estar sentindo dores. O jogador, entretanto, ainda não deve começar entre os titulares. O volante Gabriel, com estiramento na coxa, continua como desfalque, assim como o goleiro Jefferson, com a seleção brasileira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.