Botafogo tenta consolidar liderança contra o Goiás fora

´Eles sabem usar o mando de campo´, alerta o volante do time carioca Túlio

Agencia Estado

03 de julho de 2007 | 14h37

O Botafogo terá nesta terça-feira contra o Goiás, segundo colocado, a oportunidade de provar que sua condição de líder isolado do Brasileirão não veio por acaso. O Botafogo tem o ataque mais positivo da competição, com 20 gols, é o único time invicto da competição e nada melhor que um adversário em ascensão para mostrar que não está errado quem considerado o alvinegro carioca o melhor time do País no momento. Até porque a liderança não está em jogo: mesmo derrotado, o Botafogo seguirá na liderança, porque tem 20 pontos, contra 15 do Goiás."O Goiás tem uma maneira própria de atuar em casa. Sabe usar o mando de campo", disse o volante Túlio, revelado nas categorias de base do clube alviverde. "O gramado do Serra Dourada prende a bola e o desgaste é maior. Vai ser sacrifício o tempo inteiro."O técnico Cuca só tem um desfalque para esse duelo. O lateral-direito Joílson foi expulso durante a vitória de virada sobre o Fluminense, por 2 a 1, e cumprirá suspensão automática. O treinador fez mistério sobre o substituto, e disse apenas que Alessandro e Renato Silva disputam a vaga. "Já fiz minha escolha, mas só vou anunciá-la pouco antes de a bola rolar", disse Cuca, que contará com o retorno do atacante Jorge Henrique.No Goiás, embalado pelas quatro vitórias seguidas, o time também está motivado por um sistema de ´bicho´ progressivo que o elenco recebe por cada vitória. Nesta terça, por exemplo, se vencer o Botafogo, cada jogador que atuar receberá R$ 1.750,00. "Nós estamos motivados e com disposição de lutar e vencer e é justamente isso o que está fazendo a diferença", disse o goleiro Harlei, um dos líderes do time do Goiás.GOIÁS x BOTAFOGOGoiás - Harlei; Paulo Henrique, Amaral, Leonardo e Diego; Paulo Baier, Cléber Gaúcho, Fabio Bahia e Elson; Fabrício Carvalho e Welliton. Técnico: Paulo Bonamigo.Botafogo - Júlio César; Alessandro (Renato Silva), Alex, Juninho e Luciano Almeida; Leandro Guerreiro, Túlio, Lúcio Flávio e Zé Roberto; Jorge Henrique e Dodô. Técnico: Cuca.Árbitro - Clever Assunção Gonçalves (MG).Horário - 21h45 (de Brasília).Local - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).FLUMINENSE x PARANÁFluminense - Fernando Henrique; Carlinhos, Thiago Silva, Roger e Júnior César; Romeu, Maurício, Thiago Neves e Carlos Alberto; Alex Dias e Adriano Magrão (Somália). Técnico: Renato Gaúcho.Paraná - Flávio; Daniel Marques, Neguette e Luiz Henrique; Léo Matos (Alex), Beto, Serginho, Vandinho e Márcio Careca; Josiel e Vinícius Pacheco. Técnico: Pintado.Árbitro - Paulo Cesar Oliveira (Fifa/SP).Horário - 20h30 (de Brasília).Local - Estádio Raulino de Oliveira (Cidadania), em Volta Redonda (RJ).ATLÉTICO PARANAENSE x NÁUTICOAtlético Paranaense - Guilherme; Nei, Gustavo, João Leonardo e Michel; Alan Bahia, Cristian, Valencia e Edno; Denis Marques e Alex Mineiro. Técnico: Antônio Lopes.Náutico - Fabiano; Sidny, Toninho, Allysson e Hamilton; Daniel Paulista, Elicarlos, Vágner Rosa e Daniel Sobralense; Kuki e Felipe. Técnico: Zé do Carmo (interino).Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (RJ).Horário - 20h30 (de Brasília).Local - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).FIGUEIRENSE x CRUZEIROFigueirense - Wilson; Anderson Luiz, Felipe Santana, Vinícius e André Santos; Carlinhos, Henrique, Cleiton Xavier e Fernandes; Victor Simões e Otacílio Neto. Técnico: Mário Sérgio.Cruzeiro - Gatti; Mariano, Hérick, Wellington e Fernandinho; Renan, Ramirez, Charles e Wágner; Roni e Araújo. Técnico: Dorival Júnior.Árbitro - Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa/RJ).Horário - 20h30 (de Brasília).Local - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).GRÊMIO x JUVENTUDEGrêmio - Saja; Patrício, William, Schiavi e Bruno Teles; Gavilán, Sandro Goiano, Diego Souza e Lúcio; Ramón e Éverton. Técnico: Mano Menezes.Juventude - Michel Alves; Radamés, Wescley, Cedrola e Zé Rodolpho; Marcão, Marabá, Beto e Renato; Alex Alves e Éber. Técnico: Flávio Campos.Árbitro - Leonardo Gaciba da Silva (Fifa/RS).Horário - 20h30 (de Brasília).Local - Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.