Arquivo/AE
Arquivo/AE

Botafogo tenta esquecer semana ruim para buscar título

Após derrota para o Flamengo, equipe busca recuperação para a disputa da decisão do Estadual do Rio

Agencia Estado

20 de abril de 2009 | 20h57

Depois da eliminação na decisão por pênaltis para o Americano, na Copa do Brasil, em pleno Engenhão, e da derrota na decisão da Taça Rio contra o Flamengo, que o impediu de conquistar o Campeonato Carioca por antecipação, o Botafogo tenta juntar os cacos e recuperar a confiança para os dois jogos finais, novamente contra os flamenguistas, nos dois próximos domingos.

Veja também:

tabela Estadual do Rio: Calendário / Resultados

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A comissão técnica decidiu que irá levar o time para fora do Rio na semana que antecederá o segundo e decisivo jogo contra o Flamengo. "Durante esta semana, vamos trabalhar em General Severiano e no Engenhão. Mas já tínhamos a programação de sair do Rio", contou o técnico Ney Franco nesta segunda-feira. "Ainda não definimos onde serão os treinamentos e nem quantos dias serão. Nosso objetivo é deixar o grupo mais unido e dar concentração total aos atletas."

No entanto, tal cuidado para a segunda partida pode ser em vão se o Botafogo não encontrar uma forma de segurar o Flamengo na primeira partida e a equipe adversária construir uma boa vantagem. Ney Franco poderá ter alguns desfalques. O lateral Thiaguinho, expulso nos minutos finais da derrota por 1 a 0, no domingo, está fora do primeiro confronto da final. O mesmo pode acontecer com o zagueiro e capitão Juninho e com o lateral Alessandro.

Ambos, punidos com um e dois jogos de afastamento, respectivamente, pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio, atuaram amparados por um efeito suspensivo. A expectativa era que, com uma vitória do Botafogo, o campeonato estivesse encerrado quando do julgamento do recurso, que se dará amanhã. Se a punição for mantida, os dois não atuarão no clássico.

CULPA DIVIDIDA

A segunda-feira em General Severiano foi um dia para tentar tirar a culpa do revés das costas do zagueiro Emerson, autor do gol contra que deu o título do returno ao Flamengo. O jogador falou sobre o inesperado lance.

"Estou muito triste, pois fazia uma das melhores partidas pelo Botafogo até aquele momento. Agora penso apenas em dar a volta por cima. Deixei toda a tristeza no vestiário", disse o defensor, que prometeu garra e dedicação em dobro para levar o título a General Severiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.