Botafogo vai ao ataque contra Olaria

Para reconquistar a confiança do torcedor, amargurado com a eliminação da equipe nas semifinais da Taça Guanabara, a melhor receita indicada por todos no Botafogo é conquistar o título da Taça Rio. E, de quebra, decidir o título do Campeonato Carioca contra o Volta Redonda. Para alcançar o objetivo, o primeiro passo é vencer o Olaria nesta quarta-feira, às 21h45, na abertura do segundo turno. Em um turno com apenas seis jogos, de onde dois clubes de cada grupo (A e B) se classificam para a fase semifinal, um mau resultado pode ser fatal nas pretensões de conquistar o título da Taça Rio. Para não ficar no meio do caminho, o técnico Paulo Bonamigo escalou o time num esquema ofensivo: 4-3-3. A atuação do Botafogo na goleada sobre o São Raimundo, de Roraima, por 4 a 1, na Copa do Brasil, serve como referência. "Quando perder a posse de bola, não pode ficar desequilibrado. Os atacantes também têm que marcar. O time jogou assim em Boa Vista e se saiu muito bem", declarou Bonamigo, que decidiu poupar o lateral-esquerdo Marquinhos, perseguido pela torcida. "Ele precisa pegar confiança." Houve também outras modificações na zaga. Gustavo cede lugar a Rafael Marques, que vai atuar ao lado de Scheidt. Rogério Souza entra na lateral-direita e César Prates será deslocado para a esquerda. No Olaria, o técnico Arthurzinho espera que a equipe repita o feito da estréia da Taça Guanabara, quando goleou o Flamengo, por 3 a 0, em pleno Maracanã. Segundo o treinador, a confiança dos clubes de menor investimento aumentou depois de o Volta Redonda conquistar o título do primeiro turno do Carioca.

Agencia Estado,

23 de fevereiro de 2005 | 10h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.