Vítor Silva/ BFR
Vítor Silva/ BFR

Botafogo vence Brasil de Pelotas, conta com tropeço do Coritiba e é bicampeão da Série B

Equipe de Enderson Moreira já havia garantido acesso na rodada anterior e agora conquista o troféu em jogo em Pelotas

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de novembro de 2021 | 18h55

O Botafogo se sagrou bicampeão brasileiro da Série B na tarde deste domingo. Com gol de Diego Gonçalves, o time do Rio ganhou do Brasil de Pelotas por 1 a 0, no Bento Freitas, e contou com derrota do Coritiba diante do CSA para repetir o feito de 2015, quando voltou para a Série A também em primeiro lugar.

O nono jogo de invencibilidade fez o Botafogo chegar aos 69 pontos, abrindo cinco de vantagem para o vice-líder Coritiba. Apenas cumprindo tabela por ter o rebaixamento decretado, o Brasil de Pelotas perdeu a quinta partida seguida e, com 23 pontos, continua na lanterna da Segundona.

Assim, os dois times chegam na última rodada da competição, marcada para o próximo domingo, apenas cumprindo tabela. No jogo de entrega da taça, o Botafogo recebe o Guarani no Engenhão, enquanto o Brasil de Pelotas encara o CSA, no Rei Pelé.

Diante de um adversário já rebaixado, o Botafogo tomou conta da posse de bola, mas encontrava dificuldades para criar lances de perigo. Ate que, aos 20 minutos, abriu o placar em Pelotas. Rafael Navarro recebeu dentro da área e ajeitou para Diego Gonçalves bater sem chances para o goleiro. O time já tinha garantido seu acesso na rodada anterior, e entrou em campo com o sentimento de dever cumprido.

O gol acordou o Brasil, que saiu de trás em busca do empate. Erison recebeu de Diego e bateu para defesa de Diego Loureiro. Rildo e Bruno Matias também criaram boas oportunidades, mas não conseguiram acertar o alvo.

O Botafogo voltou do intervalo disposto a liquidar a fatura e chegou a criar boas oportunidades, como em uma finalização de Joel Carli, mas passou a ter um jogador a menos depois que Barreto foi expulso por entrada dura em Gabriel Poveda. O árbitro havia mostrado o amarelo e voltou atrás depois de consultar o VAR.

Tranquilo na partida, o Botafogo diminuiu o ritmo e passou a administrar a posse da bola. Mesmo assim, quase fez o segundo. Rafael Navarro acertou a trave de Matheus Nogueira em rebote de escanteio. Antes do fim do jogo, o time alvinegro teve um gol anulado porque Ronald estava em posição de impedimento. A torcida alvinegra, assim como os jogadores dentro de campo, fez a festa após o apito final.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 0 X 1 BOTAFOGO

BRASIL - Matheus Nogueira; Netto (Oliveira), Leandro Camilo, Ícaro e Paulinho; Diego Gomes (Renatinho), Bruno Matias e Patrick; Caio Rangel (Gabriel Poveda), Erison e Rildo. Técnico: Jerson Testoni.

BOTAFOGO - Diego Loureiro; Daniel Borges, Joel Carli, Kanu e Carlinhos; Luís Oyama, Barreto e Marco Antônio (Romildo); Warley (Ronald), Diego Gonçalves e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira.

GOL - Diego Gonçalves, aos 20 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Alisson Sidnei Furtado (GO).

CARTÕES AMARELOS - Caio Rangel e Ícaro (Brasil); Luís Oyama e Diego Gonçalves (Botafogo).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.