Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Botafogo vence Corinthians na festa do título

Campeão carioca bate os reservas da equipe paulista por 3 a 1 no Engenhão

AE, Agência Estado

25 de abril de 2010 | 20h58

O Botafogo fez uma grande festa na noite deste domingo, no Engenhão, para comemorar o título do Campeonato Carioca, conquistado antecipadamente no último domingo. E o convidado de honra foi o Corinthians, adversário no amistoso que terminou com vitória botafoguense, por 3 a 1, para delírio da torcida que foi ao estádio no Rio.

Como enfrenta o Flamengo na próxima quarta-feira, no Maracanã, pelas oitavas de final da Libertadores, o Corinthians não levou os titulares para o amistoso deste domingo. O Botafogo, por outro lado, teve força máxima e ainda contou com o comando do técnico Joel Santana, que resolveu continuar no clube no último sábado, após recusar oferta do Flamengo.

Enquanto o Botafogo fez festa, o amistoso acabou tendo uma utilidade para o técnico Mano Menezes. Ele pôde ver em ação jogadores que foram pouco aproveitados nos últimos jogos do Corinthians, como Marcelo Mattos, Edu e Alessandro. Outra novidade corintiana foi a estreia do volante Paulinho, que foi contratado junto ao Bragantino depois do Paulistão.

Alguns corintianos conseguiram aproveitar a oportunidade. O lateral Alessandro, que perdeu a posição de titular para Moacir, teve boa atuação. Ele quase fez dois gols. No primeiro lance, aos 19, partiu em velocidade, jogou a bola por baixo das pernas de Fábio Ferreira e chutou para fora. Dois minutos depois cobrou falta e Jefferson fez grande defesa.

Como mostram os lances de perigo do lateral Alessandro, o Corinthians começou o jogo melhor, mas quem marcou foi mesmo o Botafogo. Aos 44 minutos, o atacante uruguaio Loco Abreu aproveitou cruzamento do seu companheiro de ataque, o argentino Herrera, e mandou de cabeça para o gol.

No segundo tempo, Edno, que ainda pertence ao Corinthians e está emprestado ao Botafogo, ampliou a vantagem logo aos três minutos. Aos 14, foi a vez de Herrera, outro ex-corintiano, marcar. Dois minutos depois, Souza, que foi vaiado o jogo inteiro pela torcida botafoguense, fez o gol de honra do Corinthians.

"Tudo foi completo. Uma festa bonita e o time jogou bem", disse Joel Santana, feliz pela homenagem que recebeu da torcida botafoguense pelo título conquistado e pela sua decisão de permanecer no clube. "Pudemos pegar um pouco mais de ritmo de jogo, porque alguns jogadores do nosso time não vinham jogando", afirmou o atacante Souza, do Corinthians.

BOTAFOGO 3 x 1 CORINTHIANS

Botafogo - Jefferson; Fahel, Antônio Carlos (Wellington) e Fábio Ferreira; Alessandro (Marcelo Cordeiro), Leandro Guerreiro, Túlio Souza (Edno), Renato Cajá (Caio) e Somália (Sandro Silva); Herrera (Lúcio Flávio) e Loco Abreu (Diguinho). Técnico: Joel Santana.

Corinthians - Rafael Santos; Alessandro (Balbuena), Paulo André, Leandro Castán e Escudero (Dodô); Marcelo Mattos, Boquita (Paulinho), Edu (Bruno Octávio) e Defederico (Taubaté); Jorge Henrique e Souza. Técnico: Mano Menezes.

Gols - Loco Abreu, aos 44 minutos do primeiro; Edno, aos três, Herrera, aos 14, e Souza, aos 16 minutos do segundo tempo.

Árbitro - William de Souza Nery (RJ).

Cartões amarelos - Antônio Carlos e Loco Abreu.

Renda - R$ 88.935,00.

Público - 13.880 pessoas.

Local - Estádio Engenhão, no Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.