Botafogo vence e garante vaga na Série D e nas quartas de final do Paulista

Vitória em casa por 1 a 0 sobre o Bragantino foi garantida com gol de Daniel Borges

Agência Estado,

14 de abril de 2013 | 20h41

RIBEIRÃO PRETO - O Botafogo confirmou a sua vaga na segunda fase do Campeonato Paulista e na Série D do Campeonato Brasileiro ao vencer o Bragantino, por 1 a 0, neste domingo à noite, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 18.ª rodada. O jogo foi equilibrado, recheado de faltas, mas com placar justo. Uma vitória pessoal do técnico Marcelo Veiga, que deixou o Bragantino há oito meses, depois de quase cinco anos de trabalho.

O resultado deixou o Botafogo com 31 pontos, em sétimo lugar, e sem poder ser alcançado pelo nono colocado, o Linense, com 27 pontos. Agora só o time de Lins e Penapolense disputam a última vagas nas quartas e na Série D. O Bragantino continuou com 24 pontos, em décimo lugar, eliminado.

Na 19.ª rodada, o Botafogo vai sair diante do XV de Piracicaba, apenas para confirmar sua posição final. Pode ser o oitavo, se perder, mas pode ser até o quinto colocado, se ganhar. O Bragantino vai apenas cumprir tabela, em Bragança Paulista, diante da Ponte Preta.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado, mesmo porque os dois times abusaram das faltas e de divididas. A única chance real foi do time da casa, numa cabeçada de Dimba que Rafael Defendi espalmou. Aos 39 minutos, Preto, capitão do Bragantino, foi expulso por dar uma cotovelada num adversário, mas aos 42 minutos, Francis, do Botafogo, também recebeu o cartão vermelho por cometer falta por trás sobre Malaquias.

O segundo tempo começou mais movimentado. Malaquias quase abriu o placar aos sete minutos, num chute no alto espalmado por Rafael Santos. Mas aos 13 minutos, o Botafogo saiu na frente. Após o cruzamento do lado esquerdo, a defesa não cortou e a bola ficou nos pés de Daniel Borges. Ele ajeitou e bateu cruzado.

O Bragantino ainda tentou ir ao ataque, criando boas chances com Geandro, de falta, e numa cabeça de Magno Cruz, ambas defendidas por Rafael. Aos 30 minutos, César Gaúcho foi expulso por receber o segundo cartão amarelo, deixando o Botafogo com nove jogadores em campo. Depois disso, o time da casa soube se defender e segurou a vitória.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 1 X 0 BRAGANTINO

BOTAFOGO - Rafael Santos; Igor, Cris e Preto Costa; Daniel Borges, César Gaúcho, Douglas Packer, Danilo Bueno (Otacílio Neto e Alemão) e Giovanni; Francis e Dimba (Henrique Mattos). Técnico - Marcelo Veiga.

BRAGANTINO - Rafael Defendi; Geandro (Bruno Iotti), Guilherme e Kadu; Diego Macedo, Carlinhos, Serginho (Matheus), Preto e Léo Jaime; Malaquias (Magno Cruz) e Lincom. Técnico - Mazola Júnior.

GOL - Daniel Borges, aos 13 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Furlan.

CARTÕES AMARELOS - Preto e Léo Jaime (Bragantino). Preto Costa, Daniel Borges e César Gaúcho (Botafogo).

CARTÕES VERMELHOS - Francis e César Gaúcho (Botafogo). Preto (Bragantino).

RENDA - R$ 104.293,00.

PÚBLICO - 6.282 pagantes.

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.