Botafogo vence fácil e se reabilita

Com uma ótima atuação do goleiro Max e três gols originados de bolas paradas, o Botafogo encerrou uma série de quatro jogos sem vitórias e derrotou o Coritiba por 3 a 0, na capital paranaense. Alex Alves, de pênalti, aos três minutos, César Prates, aos 31 minutos do primeiro tempo, de falta, e Juca, aos 44 do segundo tempo, novamente de pênalti, marcaram para o Alvinegro carioca, que chegou aos 21 pontos. Pressionado pela diretoria por causa da derrota no clássico Atle-tiba na semana passada, o técnico Cuca apostou em uma equipe mais ofensiva, mas logo aos três minutos, Alex Alves cobrou uma penalidade sofrida por ele e abriu o placar. Mesmo em desvantagem, o Coritiba partiu para cima do Botafogo, mas o goleiro Max, com três grandes defesas em chutes de Caio, Marquinhos e Rubens Júnior, garantia a vitória. Aos 31, o Botafogo ampliou em cobrança de falta de César Prates. Na segunda etapa, Tiago entrou no lugar de Marquinhos e Marciano no de Nascimento, mas não surtiu efeito. O atacante Alexandre ainda perdeu um gol na frente de Max. Aos 42, a estrela do goleiro voltou a brilhar. Rafinha cobrou um pênalti sofrido por Marciano e Max defendeu. Na seqüência, aos 44, Jackson derrubou Ricardinho e Juca fechou o placar, encerrando a série negativa de quatro derrotas. Para Guilherme, a vitória dará tranqüilidade para o time. "Estávamos em uma situação incômoda e agora temos oportunidade de brigar pela liderança", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.