Botafogo vence Paysandu e afasta crise

Era o que o Botafogo precisava para amenizar a crise em General Severiano. Um dia depois do afastamento do o lateral-esquerdo César Prates, o Alvinegro venceu o Paysandu, por 2 a 0, no Rio, e alcançou a terceira colocação no Campeonato Brasileiro - pelo menos, até os jogos deste domingo, pela 18.ª rodada -, com 31 pontos. Já o Paysandu acumulou a 11.ª derrota no Nacional e segue na lanterna, com 13 pontos. "Não jogamos tão bem, mas o importante era vencer", declarou o atacante Alex Alves, artilheiro do Botafogo com nove gols, sendo oito deles de pênaltis.O primeiro tempo valeu somente pelo belíssimo gol assinalado pelo atacante Reinaldo, aos 40 minutos. Ele deu um chapéu no zagueiro João Carlos e, sem deixar a bola cair, finalizou com categoria. Foi um lance que jamais será esquecido pelo jogador."Tive a oportunidade e, graças a Deus, fiz o meu primeiro gol com a camisa alvinegra. Realmente foi muito bonito", declarou Reinaldo, que teve seu nome ecoado pelos torcedores.Fora isso, o que mais se viu foram erros de passes, lançamentos, dribles, enfim, fundamentos básicos do futebol. Botafogo e Paysandu fizeram um jogo pobre tecnicamente. De emoção na primeira etapa, apenas uma cabeçada do atacante Róbson, o Robgol, que obrigou o goleiro Max a fazer uma bela defesa.Na etapa final, o ritmo dos dois times permaneceu lento. Somente melhorou quando o meia Gláuber, livre de marcação, fez o segundo gol do time carioca, aos 35 minutos. Já era tarde demais para uma reação do Paysandu, que tem sérias limitações técnicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.