Botafogo vence Penapolense por 1 a 0 após apagão em Ribeirão Preto

Torres de iluminação do Estádio Santa Cruz ficaram apagadas por quase uma hora

AE, Agência Estado

23 de fevereiro de 2013 | 21h34

SÃO PAULO - O Botafogo reencontrou o caminho das vitórias e voltou a figurar na zona de classificação do Campeonato Paulista. Em jogo marcado por um apagão das torres de iluminação por quase uma hora, o time de Ribeirão Preto fez a lição de casa e venceu o Penapolense, por 1 a 0, na noite deste sábado, no Estádio Santa cruz. O duelo foi válido pela nona rodada.

O resultado encerra uma sequência de três jogos sem vitórias do Botafogo, sendo dois empates e uma derrota. Agora chegou aos 15 pontos e saltou para a quinta colocação provisória. Por outro lado, o clube de Penápolis chegou ao terceiro jogo sem vencer e caiu para a sétima posição, com 13 pontos.

A bola rolou apenas 13 minutos antes que o jogo fosse paralisado por falta de luz. Duas das quatro torres de iluminação se apagaram e só voltaram a acender, após uma hora. Como excedeu o prazo de 30 minutos de espera, o árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araujo chegou a cogitar o adiamento do jogo. Fato que não se consumou.

Quando o jogo foi reiniciado, o Botafogo voltou mais ligado e conseguiu marcar o gol da vitória aos 23 minutos. O lateral Daniel Borges cobrou escanteio na área e o zagueiro Cris pulou alto para marcar de cabeça. No restante do jogo, os donos da casa praticamente administraram o resultado.

No próximo sábado, às 18h30, o Botafogo volta a campo para enfrentar o São Caetano, no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. O Penapolense vai enfrentar o São Paulo, no domingo, às 18h30, no Estádio Tenente Carriço, em Penápolis.

BOTAFOGO 1 X 0 PENAPOLENSE

BOTAFOGO - Rafael Santos; Preto Costa, Igor e Cris; Daniel Borges, César Gaúcho, Zé Antônio, Fábio Gama (Neizinho) e Raí (Gilmak); Francis e Dimba (Douglas Packer). Técnico - Marcelo Veiga.

PENAPOLENSE - Roni; Luis Felipe, Biro, Gualberto e Rodrigo Biro; Liel, Anderson Carvalho, Dênis (Viola) e Francismar (Magrão); Fio e Silvinho (Alex). Técnico - Edison Só.

GOLS - Cris, aos 23 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Vinicius Gonçalves Dias Araujo

CARTÕES AMARELOS - Cris (Botafogo); Francismar, Dênis e Biro (Penapolense).

RENDA - R$ 60.160,00.

PÚBLICO - 3.291 pagantes.

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.