Leonardo Soares/AE
Leonardo Soares/AE

Botafogo vence Portuguesa no Canindé pelo Paulistão

Lusa volta a decepcionar dentro do Canindé; técnico Benazzi dispara após derrota e cobra reforços

AE, Agencia Estado

31 de janeiro de 2010 | 19h21

A Portuguesa voltou a decepcionar a sua torcida no Estádio do Canindé. Neste domingo, o time perdeu do Botafogo por 2 a 1, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Foi a segunda derrota da Lusa em menos de uma semana. Na quarta-feira, foi superada pelo Mogi Mirim por 1 a 0, também diante de sua torcida.

 

Veja também:

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

Os donos da casa estacionaram nos sete pontos, no meio da tabela, enquanto o Botafogo chegou aos 10 pontos, na provisória terceira colocação. "Perdi o Zé Carlos e o Fellype Gabriel (atacantes) e não recebi jogadores em condições de substituí-los. É isso que respondo àqueles que estão me xingando", justificou o técnico Vágner Benazzi, após a derrota.

No primeiro tempo, a Portuguesa tentou imprimir velocidade no jogo, mas insistiu no jogo aéreo, justamente, o ponto forte da defesa do Botafogo. Mesmo assim, criou duas boas chances de gols que saíram dos pés de Heverton, ambas neutralizadas pelo goleiro Weverton. O visitante ameaçou somente em um contragolpe, desperdiçado por João Henrique.

A surpresa aconteceu no começo do segundo tempo, com o gol do Botafogo. Andrezinho cobrou falta pelo alto e Ademir Sopa subiu bem no alto, na marca do pênalti. Ele testou firme e mandou a bola no ângulo direito de Andrey, que substituiu a Fábio, machucado.

Por alguns momentos, a Lusa se perdeu em campo, pressionada pelos gritos de seus poucos torcedores. Aos 14 minutos, o zagueiro Leandro Amaro quase ampliou o placar com um chute de fora da área. Andrey mandou a bola para escanteio.

Celsinho entrou no lugar do estreante Gustavo Buscayacu, que teve uma participação muito discreta e deixou o campo vaiado. Mas restou à Portuguesa abafar o adversário no seu campo defensivo. Mas o ataque criou pouco.

Em um contra-ataque, o Botafogo ampliou, aos 41 minutos. A bola foi lançada da defesa para Andrezinho, que fez o passe perfeito para a conclusão de Xuxa. Nos acréscimos, Leandro Amaro derrubou Paulo Sérgio dentro da área, e foi expulso. Na cobrança, Marco Antônio marcou o gol de honra da Lusa.

A Portuguesa, agora, terá a chance de se recuperar diante do Palmeiras, na quinta-feira. O Botafogo enfrentará o Barueri, na quarta, em Presidente Prudente.

PORTUGUESA 1 X 2 BOTAFOGO

Portuguesa - Andrey; Paulo Sérgio, Domingos, Preto Costa e Athirson (Ronaldo); Acleisson, Henrique, Glauber (Guigov) e Marco Antônio; Héverton e Gustavo Biscayzacu (Celsinho). Técnico: Vágner Benazzi

Botafogo - Weverton; Cássio (Jonas), Cleiton, Leandro Amaro e Andrezinho; Rodrigo Pontes, Augusto Recife, Ademir Sopa e João Henrique (Xuxa); Willian e Malaquias (Vinícius). Técnico: Roberto Fonseca

Gols - Ademir Sopa, aos 4, Xuxa, aos 41, e Marco Antônio (pênalti), aos 48 minutos do segundo tempo

Árbitro - Leandro Bizzio Marinho

Cartões amarelos - Acleisson (Portuguesa); Augusto Recife, Cleiton e Rodrigo Ponte (Botafogo)

Cartão vermelho - Leandro Amaro (Botafogo)

Renda e público - Não disponíveis

Local - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.