Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Botafogo vence Santos e se classifica

Num jogo tenso e muito disputado, nesta quarta-feira à noite, na Vila Belmiro, o Botafogo venceu o Santos por 1 a 0, com um gol de Taílson aos 44 minutos do segundo tempo, e classificou-se para a decisão do Torneio Rio-São Paulo. O juiz carioca Amaurílio Saleão saiu de campo escoltado pela Polícia Militar. Ele não marcou um pênalti claro para a equipe santista e quase foi agredido por um torcedor que invadiu o gramado.O Santos entrou em campo como favorito e com apoio da torcida tomou a iniciativa no jogo. O time de Geninho vencera as cinco partidas anteriores disputadas este ano na Vila Belmiro, sem sofrer gols. No jogo de ida, no Maracanã, houve empate por 2 a 2.Apesar disso, a equipe santista demonstrava nervosismo. O Botafogo, jogando nos contra-ataques, teve as melhores oportunidades no início da partida. Aos 8 minutos, Souza recebeu passe de Donizete na grande área e chegou até a driblar Fábio Costa, mas perdeu o ângulo para o chute. Aos 18, Rodrigo cobrou falta da entrada da área e o goleiro do Santos desviou a bola, que ainda bateu no travessão. Outras duas cobranças de falta de Rodrigo levaram perigo aos donos da casa.Um erro do juiz Amaurílio Saleão, no entanto, prejudicou o Santos e tornou a partida ainda mais nervosa. Ele não marcou um pênalti do goleiro Vagner em Renato. Aos 21 minutos, o goleiro do Botafogo tentou interceptar um cruzamento, falhou e soltou a bola nos pés de Renato. O jogador santista partia para o gol quando teve o pé direito puxado por Vagner. O juiz marcou falta de Renato, o que revoltou os santistas.A partir desse erro, as jogadas tornaram-se ríspidas e a torcida passou a jogar objetos no gramado. O primeiro tempo encerrou-se com nove jogadores tendo recebido cartão amarelo (Fábio Costa, Galván, Claudiomiro, Léo, Rodrigão, Dênis, Augusto, Reidner e Rodrigo). "Parece jogo da NBA, com tapas e empurrões para todo lado", disse o lateral Augusto.O time do Santos voltou com a mesma disposição no segundo tempo, empurrado pela torcida. Mas o Botafogo continuava criando as melhores oportunidades, com Rodrigo, aos 8 minutos, e Fábio Augusto, aos 18, numa cobrança de falta.Aos 29 minutos, o zagueiro botafoguense Dênis recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. Com um jogador a mais, o Santos partiu para o ataque e Dodô perdeu a melhor oportunidade do segundo tempo, ao chutar nos pés de Vagner uma bola que recebera livre de marcação, na entrada da pequena área.O gol que decidiu o jogo saiu aos 44 minutos, numa falha do zagueiro Pereira. Ele cortou mal uma bola cruzada para Rodrigo. O jogador do Botafogo pegou o rebote e cruzou para Taílson, sozinho, tocar no canto direito de Fábio Costa, definindo a vitória e a classificação dos cariocas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.