Botafogo vence, sonha com G-4 e rebaixa Sertãozinho

O Botafogo segue com chances de classificação às semifinais do Campeonato Paulista. Na noite deste domingo, bateu o Sertãozinho, por 3 a 1, no clássico regional, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 17.ª rodada.

AE, Agência Estado

28 de março de 2010 | 21h16

A vitória deixa o Botafogo na sétima colocação com 28 pontos e ainda com chances de chegar à semifinal. O Sertãozinho, por sua vez, segue na lanterna, com 11 pontos, e teve seu rebaixamento decretado matematicamente. O time está a seis pontos do Paulista, o primeiro time fora da zona da degola. E mesmo se empatar em pontos com o time de Jundiaí fica atrás pelo número de vitórias - só venceu duas vezes.

Contando com o apoio da torcida, o Botafogo saiu na frente aos 11 minutos. Adriano passou pelo marcador, foi derrubado dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Ademir Sopa foi para a cobrança e mandou para o fundo das redes. Aos 36 minutos veio o empate, também de pênalti. Marcus Vinícius foi derrubado dentro da área e o árbitro apontou a penalidade. Mendes cobrou com direito a paradinha, e deixou tudo igual.

No segundo tempo, o Botafogo fez o segundo aos 18 minutos, também de pênalti, para não fugir à regra. Rodrigo se embolou com Adriano dentro da área e o árbitro marcou pênalti. André Neles foi para a cobrança e fez o terceiro. No fim, o Botafogo fez mais um, novamente com André Neles, que aproveitou bate e rebate dentro da área e mandou para as redes.

Nas duas últimas rodadas do Paulistão o Botafogo enfrenta o São Paulo no próximo domingo, no Morumbi, e na última rodada joga contra o ameaçado Monte Azul, em casa. Já o Sertãozinho pega o Paulista, no próximo sábado, em casa, e se despede contra o Santos, na Vila Belmiro.

Ficha Técnica:

Botafogo 3 x 1 Sertãozinho

Botafogo - Wéverton; Jonas, Cleiton, Leandro Amaro e Andrezinho; Augusto Recife, Rodrigo Pontes, Ademir Sopa (Xuxa) e João Henrique; Willian (André Neles) e Adriano (Malaquias). Técnico: José Galli Neto.

Sertãozinho - Gilberto; Rafael Mineiro, Pablo, Rodrigo e João Paulo; Éverton, Alex Maranhão (Fred), Marcus Vinícius e Rodriguinho; Thiago Silvy (Léo Mineiro) e Mendes (Muller). Técnico: Paulo Comelli.

Gols - Ademir Sopa (pênalti), aos 11, e Mendes (pênalti), aos 36 minutos do primeiro tempo. André Neles (pênalti), aos 18 e 45 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Willian, João Henrique, Cleiton, Malaquias (Botafogo); Pablo, Alex Maranhão, Éverton (Sertãozinho).

Cartão vermelho - Rodrigo (Sertãozinho).

Árbitro - Sálvio Spinola Fagundes Filho.

Renda - R$ 40.351,00.

Público - 2.144 pagantes.

Local - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.