Twitter/Botafogo
Twitter/Botafogo

Botafogo vira no final sobre Audax Italiano em reencontro com Loco Abreu

Rodrigo Pimpão fez o gol da vitória, por 2 a 1, aos 46 minutos da etapa final no Chile

Estadão Conteúdo

12 de abril de 2018 | 21h45

No duelo entre o campeão carioca e o lanterna do Campeonato Chileno, os brasileiros levaram a melhor. Apesar de um fraco futebol apresentado, o Botafogo conseguiu a virada nos acréscimos por 2 a 1 sobre o Audax Italiano nesta quarta-feira, em Santiago, no Chile, na estreia das equipes na Copa Sul-Americana.   

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

A partida marcou o reencontro do time alvinegro com um de seus principais ídolos dos últimos anos, o veterano Loco Abreu, de 41 anos. O jogador começou no banco de reservas, mas entrou no segundo tempo da partida. Chegou a dar perigo para a zaga do Botafogo em jogadas pelo alto, sua especialidade. 

No geral, o duelo foi de baixo nível técnico. O Audax abriu o placar com o brasileiro Sérgio Santos ainda no primeiro tempo em uma das raras oportunidades de gol. O jogador se machucou na etapa final e deu lugar a Loco Abreu.

O Botafogo buscou o empate com Brenner em um lance que mostra bem como foi o jogo. Após mais um dos inúmeros cruzamentos na área, Brenner errou o cabeceio, mas deu sorte de a bola parar a sua frente e, então, mandou para as redes. Aos 46, Rodrigo Pimpão, que entrou na etapa final, desviou outro cruzamento e mandou para as redes.

O duelo de volta está marcada para o dia 9 de maio, no estádio do Engenhão. Até lá o Botafogo se preocupará com o Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira, às 20 horas, o time alvinegro receberá o Palmeiras, no Engenhão, no encerramento da primeira rodada.

O JOGO

As equipes apresentaram um futebol muito fraco. Ninguém queria se arriscar muito no ataque e os lances de perigo foram raros. Os times se equivaliam. Iam com a posse de bola até a intermediária e tentavam mandar para a área. A zaga cortava.

O Botafogo perdeu logo de cara o meia Renatinho, que sentiu lesão muscular e deu lugar a Matheus Fernandes. O time alvinegro buscava mais o ataque pelo lado esquerdo do campo, com o apoio do lateral-esquerdo Gilson. O Audax também procurava o jogo mais pelo lado esquerdo, graças ao atacante brasileiro Sérgio Santos. Ele era o único do setor ofensivo do time chileno que tentava assustar a equipe alvinegra

Mas o gol do Audax que abriu o marcador da partida saiu nas costas de Gilson, espaço que até então estava sendo pouco explorado. Carrasco foi à linha de fundo pelo lado direito e cruzou na área. Igor Rabello desviou na primeira trave contra a própria meta, e Gatito Fernández espalmou no travessão. Na sobra, Sérgio Santos mandou para as redes.

O Botafogo voltou do intervalo mais ligado e quase abriu o placar aos cinco minutos. Brenner recebeu na área e chutou sem ângulo para defesa de Peric. Na sobra, Marcelo tentou o chute mas pegou mal na bola.

Na sequência, Sérgio Santos sentiu um problema muscular e deixou o campo para a entrada de Loco Abreu. O veterano de 41 anos foi saudado pela torcida brasileira que estava no estádio. E chegou a dar trabalho. Ele dividiu uma bola pelo alto com o goleiro Gatito Fernández e mandou outra de cabeça com perigo pela linha de fundo

Sem muita criatividade, na base do chutão para a área, o Botafogo conseguiu o empate aos 27 minutos. Leo Valencia cruzou da direita, Brenner errou o cabeceio, mas a bola ainda sobrou nos pés dele, que mandou para as redes.

A partida seguiu sem muitas oportunidades até que aos 46 minutos, Rodrigo Pimpão, que havia entrado há pouco na vaga de Leandro Carvalho, aproveitou cruzamento de Gilson pela esquerda e mandou para as redes.

FICHA TÉCNICA:

AUDAX ITALIANO 1 X 2 BOTAFOGO

AUDAX ITALIANO - Peric; Nicolás Fernández, Labrín (Fabián Torres), Manuel Fernández e Bosso; Cabrera, Sebastián Díaz, Iván Vásquez e Carrasco; Jeraldino (Abrigo) e Sérgio Santos. Técnico: Hugo Vilches.

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Marcelo, Renatinho (Matheus Fernandes (Marcus Vinícius)) e Leonardo Valencia; Brenner e Leandro Carvalho (Rodrigo Pimpão). Técnico: Alberto Valentim.

GOLS - Sérgio Santos, aos 40 minutos do primeiro tempo; Brenner, aos 27, e Rodrigo Pimpão, aos 46 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Andrés Rojas Noguera (COL)

CARTÕES AMARELOS - Bosso e Sebastian Díaz(Audax); Marcelo e Rodrigo Pimpão (Botafogo).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.