Vítor Silva/ Botafogo FR
Vítor Silva/ Botafogo FR

Botafogo visita o Coritiba em busca de vitória que não soma há mais de dois meses

Em caso de vitória, equipe de Eduardo Barroca deixa a lanterna e pode terminar a rodada no 18.º lugar; partida também marca reencontro do treinador com seu ex-time

Redação, Estadão Conteúdo

19 de dezembro de 2020 | 14h17

Sete derrotas seguidas, oito pontos atrás do primeiro time fora da zona de rebaixamento do Brasileirão, há mais de dois meses sem ganhar e na última colocação. Vivendo uma de suas maiores crises da história, o Botafogo tenta juntar forças e mostrar brio para ainda buscar um milagre na temporada. Engatar série de triunfos é o único caminho para os cariocas ainda sonharem com a manutenção na elite. A começar por este sábado, às 21 horas, em visita ao também ameaçado Coritiba, diante de quem tentará voltar a festejar um triunfo.

Desde 11 de outubro, quando fez 2 a 1 sobre o Sport, no Recife, que o Botafogo não ganha. São 12 jogos de jejum no período, eliminação na Copa do Brasil diante do Cuiabá e a consequente última colocação do Brasileirão. Por honra, a ordem é começar a melhorar os números.

Com uma leve melhora apresentada na estreia do técnico Eduardo Barroca à beira do campo na rodada passada, diante do Internacional, os botafoguenses acreditam que podem sonhar com dias melhores. Não fosse a falha na cobrança de falta que acabou "entregando" o jogo, e os cariocas podiam ter somado ponto no Sul. Perderam por 2 a 1.

Vão tentar voltar a pontuar na visita ao Coritiba, também ameaçado. Com Kalou ao lado de Pedro Raul na frente, e a defesa reforçada com Marcelo Benevenuto e Rafael Forster, a ideia é explorar um possível desespero dos paranaenses, também sem ganhar desde outubro, e sem treinador, para retornar ao Rio com os tão sonhados três pontos.

Barroca acredita no milagre de salvar o Botafogo da iminente queda. Seria a terceira da história. O treinador vive elevando o moral do elenco, mas proibiu as contas no clube. A ideia é dar um passo de cada vez para chegar nas rodadas finais em condições de brigar para não cair.

Além do Coritiba, o Botafogo encara outros dois rivais ameaçados nas próximas três rodadas: Athletico-PR e Vasco. Antes, ainda recebe o Corinthians. Bruno Nazário e Victor Luís serão os desfalques no Couto Pereira. Ambos cumprem suspensão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.