Botatafogo opta pelo ?isolamento?

Depois de uma semana treinando no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, o Botafogo optou pela concentração em regime integral, desde a tarde desta sexta-feira, num hotel de Campinas. "É bom tirar os jogadores dos problemas do dia-a-dia e pensar apenas no jogo de domingo", disse o técnico Lori Sandri. Ele, que amanhã deverá comandar um treino leve, provavelmente na cidade de Sumaré, vizinha de Campinas, quis afastar os jogadores do assédio da torcida. "Não estou fazendo mistério, mas também não posso abrir tudo." Os jogadores gostaram da iniciativa da comissão técnica botafoguense. "O grupo ficará unido e teremos mais tempo para conversar, relaxar e descansar bastante", comentou o goleiro Doni, de 21 anos, feliz com atual fase. Se ele não sofrer gol, o Botafogo estará garantido numa inédita decisão do Campeonato Paulista. "É bom fugir um pouco para nos preparar para o jogo." O volante Chicão, que retorna de suspensão, na vaga do suspenso Douglas, e irá marcar o meia Piá, também aprova a idéia. "Só vamos pensar na Ponte Preta e comentar as dificuldades que deveremos encontrar", disse ele. "É bom ´sair do ar´ um pouquinho e descansar mais", emendou o atacante Robert. O atacante Luciano Ratinho, que ainda é dúvida para a partida, também considera importante o afastamento da agitação de Ribeirão Preto. Porém, sua preocupação maior é com o estiramento muscular na coxa esquerda, que pode tirá-lo do segundo confronto da semifinal."Sempre fui otimista e quero jogar, mas isso só deverá ser definido no domingo", disse ele. O fisioterapeuta Luciano Sircili, que cuidou dele nos últimos dias, em sua clínica, não arrisca escalá-lo antes de um teste definitivo. Se Ratinho ficar de fora, César será o titular. Sandri só irá escalá-lo se tiver totais condições.O atacante Leandro, com bursite, treinou apenas alguns minutos no final do coletivo de hoje. Ele foi o que mais gostou da concentração integral do Botafogo. "Pra mim, que estou contundido, é mais importante, pois vou fazer tratamento intensivo", comentou ele, que não arrisca sua escalação antecipadamente. Se não fosse pela contusão, talvez ficasse contrário à concentração. "Só concentração, durante 24 horas, às vezes é desgastante."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.