Tim Ireland/AP
Tim Ireland/AP

Bournemouth vence e deixa o Manchester longe da ponta do Inglês

Donos da casa surpreendem o gigante por 2 a 1 e com gol olímpico

Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2015 | 17h49

Com uma atuação imprevisível e até gol olímpico, o Bournemouth venceu o Manchester United por 2 a 1, neste sábado, jogando em casa, e se afastou da zona de rebaixamento do Campeonato Inglês. Além disso, o resultado ainda dificultou muito a vida do adversário, que buscava encostar na liderança e pode ver seus rivais abrirem maior distância na briga pelo título.

O triunfo garantiu que o Bournemouth chegasse aos 16 pontos, na 14.ª colocação, três a mais que o Newcastle, primeiro time na zona de rebaixamento. Já o Manchester United, que tinha a chance de empatar com o rival City na liderança, estacionou nos 29 pontos, em quarto lugar, e pode até cair duas posições.

Agora o United torce por tropeços de Leicester e Arsenal, que ainda não atuaram e podem terminar a 16.ª rodada na liderança, pois somam 32 e 30 pontos, respectivamente. O Manchester City tem 32 pontos.

Com apenas dois minutos de bola rolando, os donos da casa abriram o placar em grande estilo. Stanislas bateu escanteio direto pela esquerda, no ângulo oposto de De Gea, e marcou um belo gol olímpico.

Ao contrário do Bournemouth, a resposta do Manchester United veio sem qualquer plasticidade. O time comandado por Van Gaal chegou ao empate com Fellaini. O volante recebeu na área, dividiu com o goleiro e caiu. No chão, o atleta deu dois "passos" de joelhos para alcançar a bola e chutar para as redes.

No segundo tempo, o Bournemouth novamente marcou um gol poucos minutos após a bola rolar. Aos sete, em cobrança rasteira de escanteio para o meio da área, King apareceu para fuzilar De Gea e garantir a vitória para os donos da casa e criar ainda mais desconfiança sobre o trabalho do holandês Van Gaal.

Agora as duas equipes têm uma semana inteira para treinar antes de voltar a campo no próximo sábado. O Bournemouth receberá o Crystal Palace, enquanto o Manchester United encara o Norwich, em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.