Bragantino consegue alvará da prefeitura

O Bragantino deu o primeiro passo para liberar o estádio Marcelo Stéfani, interditado pelo Ministério Público (MP) por falta de segurança. Nesta segunda-feira o clube conseguiu junto à Prefeitura Municipal o alvará de funcionamento para abrigar 10 mil torcedores.A ART - Anotação de Responsabilidade Técnica - foi assinada pelo engenheiro José Luis Botta de Assis, que abre a perspectiva para a liberação por parte do Corpo de Bombeiros e também da Polícia Militar, cujo relatório apresentado em janeiro gerou a interdição por parte do MP.O setor de arquibancadas metálicas, há um ano e meio interditadas, continuam fechadas e incomunicáveis com os outros setores do estádio. A Fifa proíbe o uso deste tipo de material em estádios de futebol e o clube só pretende tirá-la quando puder construir outro anel de arquibancada de concreto.O presidente Marco Chedid, porém, está satisfeito com o andamento deste processo de liberação do estádio e promete "cumprir a lei à risca". Ele acredita que até o final de semana "tudo estará resolvido".O próximo jogo do time em casa está marcado para dia 21 de fevereiro contra a Matonense. Pela quarta rodada, domingo, dia 15, o Bragantino enfrentará a Internacional, líder do Grupo 2, em Limeira. Por outro lado, o clube vai aguardar posição da Federação Paulista de Futebol (FPF) sobre a nova data para o jogo contra o São José, que seria realizado domingo e foi cancelado por causa da interdição do estádio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.