Bragantino derrota Paysandu e comemora 1ª vitória na Série B

Partida começou com atraso por indisposição estomacal do árbitro

Estadão Conteúdo

16 de maio de 2015 | 21h48

Num jogo que começou coma atraso de 28 minutos por causa de uma indisposição estomacal do árbitro carioca Antônio Francisco de Carvalho Schneider, o Bragantino venceu o Paysandu, por 1 a 0, na tarde deste sábado, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Enquanto o time paulista se reabilitou da derrota inicial para o CRB, por 2 a 0, ficando com três pontos em posição intermediária, o time paraense acumulou sua segunda derrota seguida, porque na estreia, em Belém, caiu diante do Botafogo por 1 a 0. O time é o penúltimo colocado ao lado do Boa Esporte e só não está na lanterna pelo saldo de gols em relação ao Mogi Mirim: -2 a -4.

O árbitro teve uma queda de pressão, dores no estômago e apresentou palidez. Foi atendido pelo médico do Bragantino, mas precisou de alguns minutos para se recuperar e reaquecer. Com o árbitro em melhores condições, o duelo foi iniciado, mas o primeiro tempo foi fraco, com poucos lances emocionantes.

No segundo tempo, logo aos seis minutos Jobinho foi lançado por Chico e acabou sendo empurrado pelo zagueiro Thiago Martins na grande área: pênalti. Na cobrança, o próprio Jobinho mostrou frieza, e deslocou o goleiro Emerson, aos oito minutos.

Em vantagem, o time paulista não soube tirar proveito dos contra-ataques e tanto a falta de condicionamento físico como de entrosamento o levaram a ficar na defesa. Por conta deste recuo excessivo, os últimos 20 minutos foram dominados pelo Paysandu, que só não empatou porque o goleiro Douglas, um dos oito estreantes do Bragantino, fez duas grandes defesas.

Na terceira rodada da Série B, o Bragantino vai visitar o Vitória, na sexta-feira, às 19h30, em Salvador. O Paysandu voltará a atuar em Belém diante do Ceará, no sábado, às 16h30, em busca da sua primeira vitória.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 1 X 0 PAYSANDU

BRAGANTINO - Douglas; Alemão, Leandro Silva, Pedro Henrique e Moisés; Samuel, Everton Dias e Guilherme (Wigor); Bryan (Rodolfo e Alan Mineiro), Jobinho e Chico. Técnico: Osmar Loss.

PAYSANDU - Emerson; Yago Pikachu, Thiago Martins, Fernando Lombardi e João Lucas; Augusto Recife, Fahel, Gilson (Aylon) e Rogerinho; Edinho (Carlos Alberto) e Leandro Cearense (Souza). Técnico: Dado Cavalcanti.

GOL - Jobinho, de pênalti, aos 8 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Antônio Francisco de Carvalho Schneider (RJ)

CARTÕES AMARELOS - Everton Dias (Bragantino). Emerson, Thiago Martins, Augusto Recife, Yago Pikachu e Fernando Lombardi (Paysandu)

RENDA - R$ 11.170,00

PÚBLICO - 949 presentes

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Tudo o que sabemos sobre:
Série BFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.