Bragantino estréia sem torcida na fase final da Série C

A punição é devido a uma garrafa de água que foi jogada ao gramado durante jogo contra o Roma Apucarana

09 de outubro de 2007 | 18h34

Neste sábado, às 18 horas, contra o ABC-RN, o Bragantino vai entrar em campo e não terá nenhum torcedor na arquibancada do Estádio Marcelo Stéfani. É que na última segunda-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do Rio de Janeiro puniu o time paulista com a perda de um mando. A punição é devido a uma garrafa de água que foi jogada ao gramado durante a partida contra o Roma Apucarana-PR, pela quarta rodada da segunda fase e que terminou com a vitória paranaense, por 1 a 0. O clube havia sido absolvido em primeira instância, mas o julgamento voltou à pauta e, dessa vez, a decisão foi outra. O time ainda fará outros seis jogos em casa. Enquanto isso, o técnico Marcelo Veiga segue preparando a equipe. Já está confirmado que Cris, após cumprir suspensão, entra na vaga de Tiago Vieira, que recebeu o terceiro cartão amarelo no empate sem gols com o Crac, em Catalão, Goiás. Nesta quarta-feira cedo, a delegação vai até a cidade de Aparecida do Norte, na Basílica de Nossa Senhora Aparecida, agradecer a sua classificação 'milagrosa'. À tarde, o grupo já fica treinando em Atibaia.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série C

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.