Reprodução/Twitter/@bragantino_real
Reprodução/Twitter/@bragantino_real

Bragantino ganha do Vitória e abre 14 pontos do quinto colocado na Série B

Equipe do interior paulista continua na liderança isolada da competição, com 51 pontos

Redação, Estadão Conteúdo

29 de setembro de 2019 | 18h58

No espaço de apenas dois minutos, o Bragantino conseguiu os gols suficientes para vencer o Vitória por 2 a 0, neste domingo, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), no fechamento da 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Morato, aos 33, e Ytalo, aos 34 do segundo tempo, marcaram os gols da nona vitória em casa em 13 jogos, com quatro empates.

Mais do que a campanha invicta em casa, o time paulista continua na liderança isolada com 51 pontos, seis na frente do vice-líder Atlético Goianiense e 14 a mais que o Coritiba, quinto colocado com um jogo a menos. O Vitória completou quatro partidas sem vencer, dois deles no comando do experiente técnico Geninho, de 70 anos. Com 25 pontos é o 18.º colocado, ainda na zona de rebaixamento.

Perto de oito mil torcedores foram ao estádio na esperança de ver uma nova vitória do time da cidade. Quando no primeiro minuto Matheus Peixoto pegou um chute de virada e acertou o travessão, ficou a impressão de que os três pontos seriam conquistados facilmente. Ledo engano.

Apesar do maior volume e de criar inúmeras chances, o mandante não conseguiu transformar as suas chances em gols. Ora por errar nas finalizações, ora pela boa presença do goleiro Martin Rodriguez. O Vitória se limitou a se defender, na esperança de acertar algum contra-ataque. Até ameaçou duas vezes, mas chutando para fora do gol defendido pelo experiente Júlio César.

O segundo tempo começou na mesma pegada, com o Bragantino em cima atrás do gol. O técnico Antônio Carlos Zago optou por fazer algumas mudanças como as entradas de Wesley, na direita, e de Ytalo no ataque. As mudanças funcionaram bem porque ambos tiveram participação direta nos gols.

No primeiro, Wesley desceu pelo lado direito e cruzou rasteiro em direção à pequena área. Morato deslocou a bola com a perna esquerda no canto do goleiro. Alívio nas arquibancadas aos 33 minutos. No minuto seguinte, Claudinho enfiou em diagonal a bola para Ytalo, que deu um toque lateral na saída do goleiro baiano. Placar definido: 2 a 0.

Na 26.ª rodada, o Bragantino vai enfrentar o São Bento, nesta sexta-feira, às 21h30, em Sorocaba (SP). Um dia antes, o Vitória vai receber o Sport, na Arena Fonte Nova, em Salvador, também às 21h30.

FICHA TÉCNICA:

BRAGANTINO 2 x 0 VITÓRIA

BRAGANTINO - Júlio César; Pio (Wesley), Léo Ortiz, Rayan e Rafael Carioca; Barreto, Uilian Correia e Bruno Tubarão; Morato (Robinho), Claudinho e Matheus Peixoto (Ytalo). Técnico: Antônio Carlos Zago.

VITÓRIA - Martín Rodríguez; Van, Dedé, Ramon e Capa; Baraka (Léo Gomes), Lucas Cândido e Felipe Gedoz; Caicedo (Anselmo Ramon), Wesley e Chiquinho (Felipe Garcia). Técnico: Geninho.

GOLS - Morato, aos 33, e Ytalo, aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Martin Rodríguez, Van e Caicedo (Vitória).

ÁRBITRO - Wanderson Alves de Sousa (MG).

RENDA - R$ 49.970,00.

PÚBLICO - 7.170 torcedores.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.