Bragantino goleia São Caetano por 6 a 1 em casa

Equipe de Bragança Paulista consegue resultado histórico em casa na luta para escapar do rebaixamento

Agencia Estado

28 de março de 2009 | 22h57

BRAGANÇA PAULISTA - Na luta para fugir do rebaixamento, o Bragantino conseguiu uma goleada histórica sobre o São Caetano, neste sábado à noite, no Estádio Nabi Abi Chedid, pela 17.ª rodada do Campeonato Paulista. Fez 6 a 1 no placar mais elástico da competição e tornou o ataque bragantino o segundo melhor do Paulistão, com 31 gols, quatro a menos do que o líder Palmeiras.

Veja também:

tabela Campeonato Paulista - Classificação 

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Este resultado colocou o time de Bragança Paulista com 19 pontos, em 11.º lugar, quase fora da ameaça de queda. E pode até brigar por uma vaga na disputa do título do Interior, porque vai enfrentar dois ameaçados nas últimas rodadas: Mogi Mirim, na terça-feira, e depois o Guarani, domingo, em casa. O São Caetano continua com 20 pontos, em nono.

O primeiro tempo foi equilibrado, apesar do maior volume do time da casa. Nunes abriu o placar aos 32 minutos, depois de chute de Malaquias na trave e de cruzamento de Tiago Almeida. O atacante só completou na pequena área. Mas o São Caetano empatou aos 39, com marcos Aurélio, de cabeça. A defesa reclamou falta dele sobre César Gaúcho.

No segundo tempo, o Bragantino foi arrasador. Aos 30 segundos, Somália arriscou de longe um chute cruzado e marcou. Aos nove, de falta, Adãozinho soltou a bomba e surpreendeu o goleiro Luiz. A partir daí, o São Caetano se perdeu em campo.

O Bragantino não deu folga e ampliou aos 16, com Nunes, de pênalti. Ele só deslocou Luiz. A falta foi sofrida por Bill, empurrado por trás por Tobi. E foi Bill que marcou os outros dois gols. Aos 27, após cruzamento, e aos 37, de cabeça.

O time da casa ainda teve mais chances de marcar, o que seria humilhante para o São Caetano, que volta a campo na terça-feira, em Jundiaí, contra o Paulista, pela penúltima rodada.

BRAGANTINO 6 X 1 SÃO CAETANO

Bragantino - Gilvan; César Gaúcho, Kadu e Marcelo Godri; Tiago Almeida, Moradei, Adãozinho (Adriano), Bill e Somália (Da Silva); Malaquias e Nunes (Danilo Bueno). Técnico: Marcelo Veiga.

São Caetano - Luiz; Marcelo Batatais, Amarildo (Marcelo Pinheiro) e Marcos Aurélio; Patric (Tuta), Tobi, Ademir Sopa, Marcinho (Vando) e Éverton Ribeiro; Vandinho e Luan. Técnico: Sérgio Soares.

Gols - Nunes, aos 32, e Marcos Aurélio, aos 39 minutos do 1.º tempo. Somália, aos 30 segundos, Adãozinho, aos 9, Nunes (pênalti), aos 16 e Bill, aos 27 e aos 37 minutos do 2.º tempo.

Cartões amarelos - Bill e César Gaúcho (Bragantino); Amarildo, Luan, Marcos Aurélio, Ademir Sopa, Tobi, Éverton Ribeiro (São Caetano).

Árbitro - Antônio Rogério Batista do Prado.

Renda - R$ 35.715,00.

Público - 3.459 pagantes.

Local - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.